Brazil Machinery Solutions
Português English Español
Brazil Machinery Solutions

Home / Comunicação / Releases

Imprensa

Releases

Filtro
Data
Release

02/02/2023

Exportações em alta: membros do Programa BMS alcançam US$25 MI em negócios durante IPPE 2023

Na estreia da agenda internacional, empresas expositoras totalizam US$16,2 milhões em negócios realizados e estima mais US$9,2 milhões em faturamento ao longo do ano após Feira Internacional de Produção e Processamento de Proteína Animal, ocorrida em Atlanta (EUA)

O setor de exportações de máquinas e equipamentos iniciou a agenda internacional de 2023 com boas perspectivas. Após participação brasileira na International Production and Processing Expo (Feira Internacional de Produção e Processamento) – IPPE, ocorrida entre 24 e 26 de janeiro, em Atlanta, Geórgia, nos Estados Unidos, há a estimativa de negócios em cerca de US$25 milhões.

Deste montante, US$16,2 milhões são de negociações realizadas durante o evento, além da estimativa de cerca de US$9,2 milhões em faturamento nos próximos 12 meses. Os dados são do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), que levou dez empresas nacionais para mostrarem suas novidades na IPPE 2023, considerada a maior exposição mundial de tecnologia, equipamentos, suprimentos e serviços usados na produção e processamento de ovos, carnes e aves, bem como na fabricação de ração animal, e que chega a sua 75ª edição, marcada pela forte presença brasileira deste e de outros setores.

Os números vêm de negociações com países considerados estratégicos para as exportações brasileiras, sendo que na América Latina estão Bolívia, Colômbia, Equador, México e Panamá. Entre Europa e Oriente Médio, os destaques são Dinamarca, Holanda, Arábia Saudita e Turquia – além dos Estados Unidos, sede do evento.
“Estes destinos são fundamentais para o crescimento exponencial das exportações de máquinas e equipamentos brasileiros. Por se tratar do primeiro evento do nosso calendário internacional, o volume de negócios obtidos na IPPE é satisfatório e terá forte impacto nos resultados da indústria ao longo do ano”, afirma Paulo Guerra, Gerente de Relações Institucionais e Promoção Comercial da ABIMAQ.

A participação brasileira no evento contou com a presença das companhias Farenzena, Fornari, HighTech, Ibraflex, Lenke, Plasmetal, Tecmaes, Torfresma, Usitec Triel e Vantec. Com atuação expressiva dentro do mercado nacional, essas dez empresas apresentaram seus lançamentos, dentre máquinas, equipamentos e soluções que foram expostos no Pavilhão Brasil, promovido pelo Programa BMS.

 

ANÁLISE DE MERCADO DOS PRINCIPAIS DESTINOS
Entre os principais destinos de soluções, maquinários e tecnologias brasileiras estão os Estados Unidos, o segundo maior mercado consumidor de proteína animal no mundo, que atualmente tem participação de 12% nas exportações. A relação entre os dois países acontece, principalmente, em razão de diferenciais como o maquinário de baixo custo, a alta eficiência e a credibilidade no setor de proteína animal brasileira.

O Brasil é, historicamente, o principal parceiro comercial da Bolívia. Especificamente em relação ao setor de equipamentos para fabricação e processamento de proteína animal, trata-se do 7º país que mais importa maquinário brasileiro, representando 5% das nossas exportações. Em 2022, o país faturou 42% a mais em negócios internacionais com os bolivianos em comparação com 2021, totalizando mais de US$47 milhões.

Ainda na América Latina, México, Colômbia e Equador se destacam pela boa relação comercial com o Brasil e mantêm uma média constante nas exportações nos últimos anos. No ranking dos países que mais importam os equipamentos brasileiros, os três fazem parte do TOP 20, ocupando, respectivamente, o 9º, 11º e 17º lugar.

Já a retomada das missões bilaterais com a Turquia tem sido destaque nos últimos resultados das exportações de máquinas e equipamentos do setor. Entre 2018 e 2021, a média de faturamento em negócios realizados foi de US$1,3 milhão. Entretanto, em 2022, o país tornou-se um grande comprador brasileiro e as exportações atingiram US$13 milhões, com crescimento de 423% na comparação com o ano anterior.

Ainda na Europa, Dinamarca e Holanda costumavam estar entre os principais destinos dos equipamentos brasileiros, mas no ano de 2022 apresentaram queda acentuada na importação de maquinários para a fabricação e processamento de proteína animal. O mesmo aconteceu com a Arábia Saudita, no Oriente Médio. “Reatar os negócios internacionais para estes países é um sinal de início de retomada dos bons negócios em 2023, por este motivo, marcar presença em eventos mundiais, como a IPPE 2023, é essencial.” finaliza Paulo Guerra.

____________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145

Andrea Martin – Gestora de Comunicação Internacional
andrea@mclair.com.br
+57 313 7273871

18/01/2023

Brasil apresenta nos EUA tendências em tecnologia para produção e processamento de proteína animal

Indústria brasileira participa da IPPE, maior exposição mundial do setor; Evento acontece em Atlanta, entre 24 e 26 de janeiro

Dez empresas brasileiras estão entre os expositores da International Production and Processing Expo (Feira Internacional de Produção e Processamento) – IPPE, que acontece entre os dias 24 e 26 de janeiro, em Atlanta, Georgia, nos Estados Unidos. A participação é promovida pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

A IPPE é a maior exposição mundial de tecnologia, equipamentos, suprimentos e serviços usados na produção e processamento de ovos, carnes e aves, bem como na fabricação de rações animais. Nesta edição, o evento receberá a Cúpula Latino-Americana de Avicultura 2023, com o tema “Alinhando esforços para um mundo avícola integrado”. De acordo com a temática, as expositoras brasileiras disponibilizam soluções em prol da qualidade de vida do agricultor, por meio de tecnologias que contribuem para o aumento da produtividade, rendimento do trabalho, qualidade e segurança.

A participação brasileira contará com a presença das companhias Farenzena, Fornari, HighTech, Ibraflex, Lenke, Plasmetal, Tecmaes, Torfresma, Usitec e Vantec. Com atuação expressiva dentro do mercado nacional, essas dez empresas apresentarão maquinários e lançamentos que serão expostos no Pavilhão Brasil, promovido pelo Programa BMS.

“Por se tratar de um evento de proporção mundial, que reúne toda a cadeia de produção e processamento do setor e acontece no segundo maior país consumidor de carne do mundo, apresentar máquinas e equipamentos desenvolvidos com tecnologia de ponta, de acordo com as demandas do mercado, contribui para o fortalecimento da nossa imagem, principalmente perante os mercados norte-americano e latino, destacando a qualidade e a competitividade da indústria brasileira”, diz Patrícia Gomes, diretora de Mercado Externo da ABIMAQ.

Entre as principais questões debatidas atualmente no mercado, estão as que envolvem segurança alimentar, custos e eficiência na produção, contínuo aumento da produtividade, sustentabilidade e ampliação do consumo. Para auxiliar as indústrias do setor dentro deste contexto, os fabricantes brasileiros apresentarão na IPPE esteiras modulares, empilhadeiras, laminadoras, soluções para frigoríficos, ferramentas de automatização de processos de encaixotamento, paletização e movimentação de caixas, robôs industriais, equipamentos para fechar, codificar e etiquetar embalagens, máquinas para biomassa, desossadoras mecânicas, moedores, massageadores, emulsificadores, equipamentos para reciclagem e para produção de ração farelada (desde o recebimento, armazenagem, dosagem, processamento de moagem e misturas até a expedição automatizada a granel), entre outras soluções e tendências focadas em qualidade, tecnologia, inovação, biossegurança, baixa manutenção e alta produtividade.

O MERCADO NORTE-AMERICANO
Patrícia destaca a importância estratégica do mercado norte-americano. De acordo com a executiva, “os Estados Unidos são o segundo maior consumidor de proteína animal do mundo, ficando atrás somente da China, fato que abre um leque de oportunidades para que os fabricantes brasileiros realizem negócios com a indústria local”.

Vale ressaltar, também, que o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos aumentou, segundo o Departamento de Comércio Americano. Com isso, o país confirma que interrompeu a sequência de duas quedas trimestrais consecutivas, o que havia levantado preocupações de que a economia estaria numa recessão.

Em 2022, as importações norte-americanas de máquinas e equipamentos brasileiros para proteína animal movimentaram cerca de 114,5 milhões de dólares, crescimento de 316% nos últimos cinco anos. Ainda em 2022, os EUA representaram 12% do mercado brasileiro de exportação do setor, que totalizou 963,8 milhões de dólares.

É Importante reforçar, por fim, que o público estimado para a IPPE é de mais de 25 mil visitantes em Atlanta e o evento contará com cerca de 1.200 expositores vindos de uma centena de países, possibilitando que as empresas participantes tenham contato estratégico não só com o mercado americano, mas também com compradores qualificados da América Latina.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________
Informações para a imprensa
MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS
Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145
Eduardo Micheletto – Assessor de Imprensa Nacional e Internacional
eduardo@mclair.com.br
+55 11 98204-7362
Andrea Marin – Gestora de Comunicação Internacional
andrea@mclair.com.br
+57 313 7273871

17/01/2023

Brazil Machinery Solutions leva 9 empresas brasileiras para Colombiatex

Fabricantes apresentarão soluções em sustentabilidade e economia circular para o mercado têxtil internacional 

Representada pelas fabricantes Albrecht, Audaces, Castilho, Comelato, Delta, Inarmeg, Laudatec, Porta Cabos e Socio Tec, a indústria têxtil brasileira estará na Colombiatex de las Américas. O evento, que acontece em Medellín, Colômbia, entre 24 e 26 de janeiro, é o principal centro de negócios deste setor e inicia a agenda de feiras no continente latino-americano. Esta edição contará com mais de 500 expositores e 12 mil compradores.

A presença das nove empresas é promovida pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

Parceria Brasil e Colômbia
A Colômbia é o 5º principal destino das exportações de máquinas e equipamentos têxteis brasileiros. Em 2022, as importações colombianas movimentaram cerca de 2,7 milhões de dólares para o Brasil, crescimento de 173% nos últimos cinco anos. Ainda em 2022, o país comprador representou 4% do mercado brasileiro de exportação, que totalizou mais de 66 milhões de dólares no setor.

Desde 1980, a feira apresenta as novidades relacionadas aos produtos têxteis, artigos em couro, indústria de confecções e calçados, bem como designers de moda, com fórum de tendências e a promoção do mercado gráfico para estamparias. Além disso, a Colombiatex realiza o pavilhão do conhecimento, onde os expositores acompanham conferências com especialistas de diversos países e podem debater sobre os desafios da indústria da moda.

Empresas brasileiras na Colombiatex
No dia 25, acontecerá o #DenimDay, uma homenagem a um dos tecidos mais relevantes e representativos nos últimos anos. Conscientes da importância do tema, as empresas brasileiras participantes desenvolveram soluções que garantem a qualidade da entrega e gestão do processo do denim, com ampla integração de dados e informações em tempo real, além de lavadoras de amostras, que entregam uma economia substancial de água e energia.

Sustentabilidade, inclusive, é outra pauta relevante promovida pelo evento. O objetivo desta edição é reinterpretar processos e reafirmar o compromisso com a redução dos impactos ambientais, com foco na consciência circular. Este é um conceito que associa desenvolvimento econômico a um melhor uso de recursos naturais, por meio de novos modelos de negócios e da otimização nos processos de fabricação com menor dependência de matéria-prima virgem, priorizando insumos mais duráveis, recicláveis e renováveis.

Tendo em vista a pauta sustentável, a indústria brasileira apresentará recuperadores de calor ar-ar, que – como o próprio nome já diz – fazem uma recuperação do calor retirado da atmosfera para aquecer fluidos usados no momento da produção. Os equipamentos reduzem o consumo de combustível em 20-30%, diminuem as emissões de CO2, aumentam a velocidade de trabalho e reduzem a produção de fumaça em 30%. Já os recuperadores de calor ar-água, por sua vez, geram água quente a partir de gases residuais e reduzem a fumaça em 50%.

Ainda no contexto de redução dos impactos ambientais, revisoras, relaxadoras e linhas contínuas de preparação e alvejamento de têxteis serão alguns dos equipamentos-chave, como a linha contínua de lavação, que é uma das soluções com o menor consumo de água por quilo de malha.

A automação é fator essencial, pois consegue suprir a falta de mão de obra especializada na indústria. Neste sentido, as empresas brasileiras trarão inovações: será apresentada uma máquina de costurar bolsos com alimentação automática, capaz de produzir duas mil unidades em oito horas, com apenas um operador e uma máquina de costura transversal automática 2×1, com troca imediata de espulas, para quem produz toalhas para o mercado comum e quer produzir para o setor hoteleiro.

O #Metaverso também fará parte das tendências apresentadas pelo Brasil na Colombiatex, que levará uma experiência de imersão no universo virtual, a partir de um software 3D criado para estilistas ou designers de moda, além de plotters para risco de corte digitalizador de moldes de papel e demais programas de modelagem digital. Outra grande novidade será a passarela digital em 3D, de peças que os estilistas e modelistas poderão criar diretamente no computador, com o objetivo de levar tecnologia para digitalizar ainda mais os processos de confecção no mercado colombiano, desde os departamentos de criação até a produção.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________
Informações para a imprensa
MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS
Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145
Eduardo Micheletto – Assessor de Imprensa Nacional e Internacional
eduardo@mclair.com.br
+ 55 11 98204-7362
Andrea Marin – Gestora de Comunicação Internacional
andrea@mclair.com.br
+57 313 7273871

16/11/2022

Brasil movimenta US$15,4 milhões durante feira alemã K

Evento mundial com foco em plásticos e borracha sediado em Düsseldorf, na Alemanha, contou com a presença de quatro empresas brasileiras apoiadas pelo BMS

Entre os dias 19 e 26 de outubro, as empresas brasileiras Carnevalli, Lakatos, Mecalor e Rulli participaram da Feira K, evento mundial da indústria de plásticos e borracha. A edição de 2022 marcou o septuagésimo aniversário da feira, que aconteceu em Düsseldorf, na Alemanha. Com estandes próprios, as companhias expuseram seus maquinários e equipamentos, apresentando a potencialidade da tecnologia nacional. A centralidade da tecnologia alemã na cadeia global do plástico e da borracha é reconhecida mundialmente, o que reforça a feira K como vitrine internacional para tudo o que se discute a respeito do produto e seus derivados.

A participação das companhias na feira contou com o apoio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

Em relação a 2019, os negócios realizados neste ano aumentaram 17%, totalizando US$5,3 milhões. Os negócios futuros, com projeção para os próximos 12 meses, alcançaram US$10,1 milhões, 38,4% a mais do que o ano pré-pandemia. O total de negócios da ação, por sua vez, movimentou US$15,4 milhões, 30% superior a 2019.

Neste ano, os principais destinos atingidos pelas empresas foram a Argentina, o Peru e o México. As companhias também totalizaram 484 contatos, um aumento de 28,7% em comparação com 2019, dentre eles 251 novos contatos.

A economia circular do plástico, mudanças climáticas e processo de digitalização foram temas recorrentes nas apresentações que aconteceram durante os 8 dias de feira. Reforçando a participação institucional da ABIMAQ, o Presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Acessórios para a Indústria do Plástico (CSMAIP), Sr. Amilton Mainard, também esteve presente e representou a Associação em reuniões com outras associações internacionais e representantes da feira, durante os dias de evento.

PANORAMA DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS 

No ranking dos destinos mais importantes para a exportação de máquinas e equipamentos do setor plástico, em 2021, estão os Estados Unidos, a Argentina, o Peru, o Reino Unido e o Chile.

No mesmo ano, o Brasil exportou US$15 milhões para os Estados Unidos, 16% de seu maquinário no setor. A Argentina importou US$14,1 milhões no mesmo período, enquanto o Peru movimentou US$7,6 milhões. Já o Reino Unido aumentou sua participação em 79% entre 2020 e 2021, atingindo US$7,3 milhões. O Chile, por sua vez, alcançou US$6,4 milhões em importações.

Entre os equipamentos brasileiros mais exportados da indústria do plástico estão as máquinas e aparelhos para trabalhar borracha, plásticos ou para fabricação de produtos dessas matérias. Em 2021, esses itens tiveram participação de 27,4% dentro do setor, movimentando US$25,7 milhões. Outro destaque são as máquinas auxiliares para impressão, que alcançaram US$11,2 milhões nas exportações, um aumento de 27% em relação ao ano anterior.

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional
magu@mclair.com.br
+ 55 11 99264-7489

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional
fernanda@mclair.com.br
+1 614 543-0441

03/11/2022

Novidades tecnológicas brasileiras serão destaque na EIMA 2022

Programa BMS promove a participação de sete empresas brasileiras na feira italiana, a segunda mais importante do continente europeu

A EIMA 2022, que ocorre entre 9 e 13 de novembro, é a maior exibição internacional de agricultura de precisão no continente europeu e a segunda mais importante para máquinas de agricultura e jardinagem. Anualmente, a feira recebe empresários de mais de 60 países em Bolonha, na Itália, em uma área de 375.000 m². A cada edição, mais de 1,9 mil empresas de 50 países expõem mais de 50 mil modelos de máquinas e equipamentos para todos os tipos de operações agrícolas.

Este ano, o Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), promove a participação de sete companhias brasileiras na feira, que irão expor suas principais novidades e tecnologias. O foco da ação é proporcionar a visibilidade do maquinário agrícola brasileiro aos países europeus e da América Latina que farão parte da EIMA.

O evento contará com a participação das empresas brasileiras Colombo, Eirene (Savefarm), Guarany, MagnoJet, Nogueira, São José e Vence Tudo, que irão expor seus produtos no Pavilhão Brasil, patrocinado pelo BMS.

A Guarany, que exporta há mais de 40 anos e possui capacidade produtiva de mais de 15 milhões de equipamentos por ano, quer consolidar sua marca e divulgar sua linha completa de soluções durante a feira. “Para a EIMA, buscamos o potencial de networking junto a novos players do mercado global, a fim de aumentar nossa penetração nos cinco continentes, e temos como expectativa aumentar a participação da exportação em 10% dentro do faturamento anual da empresa”, afirma Alida Bellandi, presidente da empresa.

Dentre os produtos que a companhia apresentará este ano, está o MGA – Mini Gerador Aerosol a frio. O equipamento é especialmente desenvolvido para o controle de pragas urbanas, dentre elas mosquitos causadores de doenças e vetores de epidemias. Portátil, ele pode ser alocado em carrocerias de picapes de pequeno porte para a pulverização urbana e rural. Além disso, pode ser utilizado em locais como indústrias, condomínios, parques, edifícios públicos e bueiros, e em locais de difícil acesso como depósitos de materiais, lixões entre outros.

A empresa Eirene, por sua vez, apresentará o SAVEFARM, um sistema de pulverização seletiva com uso de inteligência artificial e câmeras, que identifica o tipo, tamanho e forma das plantas, pulverizando apenas onde é necessário. “Esta é uma inovação mundial, sendo um dos únicos sistemas de pulverização no mundo a utilizar câmeras de forma comercial, sendo vendido em larga escala no Brasil”, pontua Eduardo Marckmann, CEO da companhia.

A MagnoJet busca com a sua participação na EIMA a entrada da marca no mercado europeu. A empresa também procura distribuidores em diferentes países da Europa e fabricantes de máquinas (pulverizadores) no continente. Dentre as tecnologias demonstradas na feira está o bico de pulverização MUG (Magno Ultra Grossa), cuja tecnologia utilizada reduz para menos de 01% de gotas deriváveis, ou seja, é a ponta mais segura para aplicações de herbicidas hormonais.

A empresa São José traz a linha de escarificadores, que garantem grande eficiência na descompactação de solo. Conforme explica o coordenador de Marketing Daniel Ribeiro, atualmente o grande problema do produtor rural está na compactação do solo ocasionado por grandes máquinas, e isso impede o bom desenvolvimento de raízes, impactando diretamente na produção. “Este equipamento traz a solução para este problema trabalhando diretamente para romper a camada compactada ajudando no desenvolvimento de raízes e consequentemente garantindo maior produtividade”, conclui.

A Vence Tudo tem como objetivo o networking, benchmarking e reuniões comerciais com importadores que estarão presentes na feira. De acordo com o vendedor externo Luiz Henrique Thielke, a companhia busca iniciar uma inserção na Ásia e Leste Europeu. “Pretendemos adentrar esses mercados através da visibilidade internacional que a EIMA proporciona à marca, prospectando clientes potenciais”, afirma. A empresa apresentará na feira materiais promocionais da linha de semeadoras de plantio direto e plataformas para colheita de milho.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________
Informações para a imprensa
MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional
magu@mclair.com.br
+ 55 11 99264-7489

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional
fernanda@mclair.com.br
+1 614 543-0441

19/10/2022

Empresas brasileiras participantes da ColombiaPlast projetam US$26,35 milhões em negócios

Companhias totalizaram US$6,67 milhões em novos negócios por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS)

A participação das 17 empresas brasileiras expositoras da ColombiaPlast, feira que aconteceu entre 26 e 30 de setembro em Bogotá, na Colômbia, produziu resultados positivos para o Brasil. Ao longo do evento, as companhias atingiram US$6,67 milhões em novos negócios, e para o próximo ano, as estimativas em movimentações são de US$19,67 milhões.

As organizações brasileiras participaram da feira para a indústria de plásticos, petroquímica, borracha e embalagens e recipientes por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Sobre a ação, o gerente de Relações Internacionais e Promoção Comercial da ABIMAQ, Paulo Guerra, traz avaliações positivas. “Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos, superamos nossas expectativas e um reflexo disso é que aumentamos em 32,1% as cifras obtidas em 2018”, relata.

Devido ao saldo positivo após o evento, Paulo Guerra afirma que “a localização estratégica que tivemos na feira nos proporcionou uma visibilidade única. Os empresários que participaram conosco dessa edição estão muito contentes com os resultados e confiam no mercado colombiano. Neste ano, participamos de outras três grandes feiras do setor plástico no continente: Argentina, México e Peru, sendo a ColombiaPlast a de melhor resultado”.

PANORAMA INTERNACIONAL
Em 2021, a Colômbia importou US$311,5 milhões em maquinários brasileiros, 37,4% a mais em relação a 2020.

O segmento de máquinas e equipamentos gráficos foi um dos mais importados pelo país em 2021, atingindo US$2,4 milhões. Já as máquinas e acessórios para indústria do plástico movimentaram US$1,7 milhões no ano passado.

Em relação às exportações de maquinários para a indústria do plástico e da indústria gráfica, por produto, a Colômbia importou do Brasil, principalmente, máquinas auxiliares para impressão, atingindo US$1,3 milhão em 2021, uma participação total de 31,7% do mercado.

Outros produtos mais negociados pelo país no ano passado foram as partes de máquinas e aparelhos tanto para trabalhar borracha ou plásticos como para fabricação de produtos dessas matérias, movimentando US$804 mil, um aumento de 518% comparado a 2020.

O principal destino das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos é os Estados Unidos, que em 2021 importou US$2,7 bilhões, uma participação total de 27,1% do mercado brasileiro. Entre os maiores importadores encontra-se também a Argentina, que movimentou US$899,1 milhões em 2021, percentual 29,3% superior a 2020. Outro importante comprador de maquinários brasileiro é o Chile, que em 2021 importou US$570,9 milhões, um aumento de 82,1% em relação ao mesmo período. Entre os destaques está também a China, que movimentou US$543 milhões no ano passado, 404,9% a mais do que em 2020.

 

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br
__________________________________
Informações para a imprensa
MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional
magu@mclair.com.br
+ 55 11 99264-7489

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional
fernanda@mclair.com.br
+1 614 543-0441

17/10/2022

Brasil atinge marco em negócios durante Feira Internacional de Bogotá (FIB)

As 12 companhias participantes das rodadas de negócios da Feira Internacional de Bogotá (FIB) concluíram o evento com saldo positivo de US$670 mil na arrecadação total. O evento, que ocorreu entre 26 e 30 de setembro na Colômbia, traz projeções relevantes para os próximos 12 meses com a estimativa de U$2,94 milhões em novos negócios.

A participação das organizações brasileiras foi promovida pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos).

A Missão Comercial FIB promoveu 105 reuniões durante as rodadas de negócios para as 12 empresas brasileiras participantes. As companhias colombianas projetaram um valor mais otimista, indicando US$9,36 milhões como perspectiva de novos negócios após as reuniões com as fabricantes brasileiras.
Sobre a participação das empresas, o gerente de Relações Internacionais e Promoção Comercial da ABIMAQ, Paulo Guerra, traz perspectivas positivas.

“O maior objetivo das empresas que participaram da rodada internacional de negócios é a facilitação de contatos estratégicos com tomadores de decisão. Os valores e perspectivas de negócios apresentados pelas companhias brasileiras indicam que a ação cumpriu sua principal função e deverá se desdobrar em importantes parcerias entre empresários nacionais e clientes colombianos”, estima.

PANORAMA INTERNACIONAL

Em 2021, a Colômbia importou US$311,5 milhões em maquinários brasileiros, 37,4% a mais em relação a 2020.
O segmento de máquinas e equipamentos gráficos foi um dos mais importados pelo país em 2021, atingindo US$2,4 milhões. Já as máquinas e acessórios para indústria do plástico movimentaram US$1,7 milhões no ano passado.
Em relação às exportações de maquinários para a indústria do plástico e da indústria gráfica, por produto, a Colômbia importou do Brasil principalmente as máquinas auxiliares para impressão, atingindo US$1,3 milhão em 2021, uma participação total de 31,7% do mercado.
Outros produtos mais negociados pelo país no ano passado foram as partes de máquinas e aparelhos tanto para trabalhar borracha ou plásticos como para fabricação de produtos dessas matérias, movimentando US$804 mil, um aumento de 518% comparado a 2020.
O principal destino das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos é os Estados Unidos, que em 2021 importou US$2,7 bilhões, uma participação total de 27,1% do mercado brasileiro. Entre os maiores importadores encontra-se também a Argentina, que movimentou US$899,1 milhões em 2021, percentual 29,3% superior a 2020. Outro importante comprador de maquinários brasileiro é o Chile, que em 2021 importou US$570,9 milhões, um aumento de 82,1% em relação ao mesmo período. Entre os destaques está também a China, que movimentou US$543 milhões no ano passado, 404,9% a mais do que em 2020.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________
Informações para a imprensa
MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação
lucio@mclair.com.br
+55 11 95494-9145

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional
magu@mclair.com.br
+ 55 11 99264-7489

05/10/2022

Agroindústria internacional: empresas brasileiras estimam US$155 mil como resultado da Expo Prado 2022

Reunindo os atores mais relevantes do setor agroindustrial e pecuário do país, a Expo Prado 2022, 117ª edição da Exposição Internacional de Pecuária e Mostra Agroindustrial e Comercial, aconteceu entre 9 e 18 de setembro, em Montevidéu, Uruguai. Para representar o Brasil, as empresas Engecer, Coimma, Guarany, MagnoJet e Grazmec participaram da feira.

Por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), os expositores levaram diversas novidades e produtos agrícolas ao evento, totalizando US$20 mil em negócios fechados e estimativa de US$155 mil em negócios futuros. Com mais de 230 contatos estratégicos realizados, os principais destinos atendidos pelas empresas foram o próprio Uruguai, bem como Argentina e Paraguai.

O Programa BMS foi convidado para participar do evento pela Embaixada do Brasil em Montevidéu, que organizou todo o pavilhão brasileiro. “Este ano marca a terceira participação consecutiva do Brasil na Expo Prado, uma iniciativa do Ministério das Relações Exteriores. Estivemos presentes em 2020, com um pavilhão institucional, em 2021 com um estande maior, já com empresas, e agora em 2022, com um pavilhão de empresas do Brasil associadas à ABIMAQ e importadores uruguaios de produtos brasileiros”, descreve Marcos Raposo Lopes, embaixador do Brasil no Uruguai.

A importância de estar presente na Expo Prado reflete a magnitude e a profundidade das relações econômicas e da tradicional amizade entre Brasil e Uruguai. Segundo o embaixador, o Ministério das Relações Exteriores zela por este intercâmbio comercial, com benefícios para os países, as empresas e, consequentemente, para a população.

 

BRASIL É O PRINCIPAL FORNECEDOR DE MÁQUINAS AGROPECUÁRIAS AO URUGUAI

O Uruguai teve importante atuação no mercado brasileiro de máquinas e equipamentos em 2021. O país movimentou US$197,8 milhões, um aumento de 52,1% em relação a 2020. De acordo com o embaixador Marcos Raposo Lopes, o Brasil é, há vários anos, o principal fornecedor das importações uruguaias, com pauta diversificada de produtos exportados.

Os principais segmentos de maquinários brasileiros importados no último ano ao Uruguai foram: Máquinas e Implementos Agrícolas, totalizando US$74 milhões, uma participação de 37,4% do mercado; Movimentação e Armazenagem de Materiais, atingindo US$30,5 milhões, 15,4% das exportações brasileiras com destino ao país, um aumento de 56,7% em relação ao ano anterior; e Máquinas Rodoviárias, movimentando US$26,5 milhões, 41,4% a mais do que 2021.

Já os itens agrícolas brasileiros mais importados pelo mercado uruguaio em 2021 foram os Tratores com potência entre 75 e 130 kW, atingindo US$12,9 milhões e 17,5% do mercado; Tratores com uma potência de motor superior a 130 kW, movimentando US$11,7 milhões, um aumento de 148,9% em relação ao ano anterior; e Pulverizadores para a agricultura ou horticultura, com um total de US$8,1 milhões.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação

lucio@mclair.com.br 

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional

magu@mclair.com.br

+ 55 11 99264-7489

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional

fernanda@mclair.com.br

+1 614 543-0441

20/09/2022

Empresas brasileiras marcam presença na ColombiaPlast 2022

17 companhias participam do evento por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS); Colômbia importou US$311,5 milhões em maquinários brasileiros em 2021

 

A ColombiaPlast, feira para a indústria de plásticos, petroquímica, borracha e embalagens e recipientes, acontece entre 26 e 30 de setembro, em Bogotá, Colômbia. O evento é o mais importante da região dos Andes, América Central e do Caribe, e ocorre de forma paralela à Feira Internacional de Bogotá – FIB, que conta com rodadas de negócios e exibição de máquinas industriais, equipamentos, avanços tecnológicos, insumos, bens de capital e matérias-primas. 

Para esta edição, 172 expositores nacionais e internacionais estarão presentes, em 4.900m² de exposição. Mais de 43.000 visitantes são esperados, que poderão conferir soluções para uma indústria sustentável, com todo o respaldo tecnológico em matérias-primas e insumos, máquinas e equipamentos, gestão de produção, controle de processos e manutenção. Este ano, o Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), levará 17 empresas para participar do evento.

“Nós estaremos com um estande coletivo do BMS, onde os expositores brasileiros apresentarão diversos produtos e lançamentos, com o objetivo de fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico, com tecnologia e competitividade” diz Patrícia Gomes, Diretora de Mercado Externo da ABIMAQ.

Além disso, durante a realização da Feira Internacional de Bogotá – FIB, paralela à ColombiaPlast, outras 14 empresas brasileiras selecionadas pelo BMS participarão das rodadas de negócios organizadas pelo projeto setorial. O objetivo da rodada é possibilitar encontros com decision-makers que querem comprar, representar ou distribuir os produtos das empresas brasileiras no mercado colombiano e região. 

Para a empresa Piovan do Brasil, que atua na indústria do plástico e do resfriamento de processos, o mercado colombiano é importante por terem muitos clientes no país, e participar da feira demonstra o comprometimento da empresa com o setor. Este ano levará como destaques equipamentos e soluções para automação de processamento de plásticos, como as tecnologias para manuseio, transporte, dosagem e mistura dos grânulos plásticos. A Piovan apresentará também suas linhas de controle de temperatura para moldes, e soluções em resfriamento de processos industriais.

A Pronatec, que produz máquinas e equipamentos para convertedores, traz nesta edição sua enroladeira com troca automática para bobinas de filme PVC esticável, que possibilita maior produtividade e segurança para o operador. Seus produtos mais procurados são os periféricos para máquinas de conversão, cujos principais destinos são Colômbia, México e Equador.

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

Em 2021, a Colômbia importou US$311,5 milhões em maquinários brasileiros, 37,4% a mais em relação a 2020. 

As máquinas e equipamentos gráficos foram um dos segmentos mais importados pelo país em 2021, atingindo US$2,4 milhões. Já as máquinas e acessórios para indústria do plástico movimentaram US$1,7 milhões no ano passado.

Em relação às exportações de maquinários para a indústria do plástico e da indústria gráfica, por produto, a Colômbia importou do Brasil principalmente as máquinas auxiliares para impressão, atingindo US$1,3 milhão em 2021, uma participação total de 31,7% do mercado. 

Outros produtos mais importados pelo país no ano passado foram as partes de máquinas e aparelhos tanto para trabalhar borracha ou plásticos como para fabricação de produtos dessas matérias, movimentando US$804 mil, um aumento de 518% comparado a 2020.

O principal destino das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos é os Estados Unidos, que em 2021 importou US$2,7 bilhões, uma participação total de 27,1% do mercado brasileiro.  Entre os maiores importadores encontra-se também a Argentina, que movimentou US$899,1 milhões em 2021, 29,3% superior a 2020.  Outro importante comprador de maquinários brasileiro é o Chile, que em 2021 importou US$570,9 milhões, um aumento de 82,1% em relação a 2020. Entre os destaques está também a China, que movimentou US$543 milhões no ano passado, 404,9% a mais do que em 2020. 

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com 

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________ 

Informações para a imprensa 

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

 

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação

lucio@mclair.com.br

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional

magu@mclair.com.br

+ 55 11 99264-7489

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional

fernanda@mclair.com.br

+1 614 543-0441

 

18/08/2022

Inovações brasileiras serão destaque na Expoplast 2022

Nove empresas brasileiras terão oportunidade de apresentar inovações por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS) em evento que acontece no Peru, terceiro maior importador de maquinários brasileiros do setor em 2021

 

A Expoplast 2022, feira internacional da indústria do plástico, ocorre entre 24 e 27 de agosto no Peru. O evento é uma porta de entrada para a indústria do plástico e setores similares do país, que hoje apresenta uma das economias de maior evolução na América Latina. A feira acontece há mais de 18 anos, e atualmente é um dos pontos de encontro mais importantes da indústria plástica do Pacífico Sul e da América Latina.

A estimativa de público para este evento é de 20 mil visitantes, em uma área total de 35 mil metros quadrados. Além disso, cerca de 300 expositores, tanto do Peru quanto do exterior estarão presentes. Por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil e ABIMAQ, nove empresas foram selecionadas para participar da feira.

Os expositores brasileiros levarão diversos produtos e novidades à Expoplast, com o objetivo de fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico, com tecnologia e competitividade. A participação das companhias para exposição de seus produtos será no estande coletivo do BMS.

Para esta edição, a empresa Boy Service lançará a Impressora Flexográfica, produto para impressão em embalagens plásticas, dimensionada e fabricada para trabalhar em grandes velocidades e com alto desempenho. A companhia exporta seus produtos há seis anos para o Peru, Paraguai, Uruguai, Argentina, Chile, Equador, Bolívia, Colômbia e México.

A Lakatos está em fase de expansão e vai inaugurar uma planta produtiva em 2023. Durante a Expoplast, a companhia está lançando suas máquinas para termoformagem a partir de bobinas, que conformam termicamente o plástico, transformando esse material em embalagens plásticas ou mesmo em partes de automóveis, refrigeradores e outros equipamentos. Elas são direcionadas para produção em larga escala e com alta produtividade.

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

O Peru foi um dos principais compradores de máquinas e equipamentos brasileiros para o setor plástico e gráfico em 2021. O país movimentou um total de US$7,6 milhões ao longo do ano. Já no primeiro semestre de 2022, o Peru importou US$4,5 milhões em maquinários brasileiros, um aumento de 46,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os Estados Unidos também estão entre os maiores importadores do setor. Em 2021, os norte-americanos foram os principais compradores de maquinários do Brasil, importando um total de US$15 milhões. No primeiro semestre de 2022, as importações chegaram a US$8,8 milhões – aumento de 65,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Argentina é o segundo maior destino de máquinas e equipamentos brasileiros para o setor plástico e gráfico. O país teve participação de 15% em 2021, com US$14,1 milhões. O destino é o que mais movimentou o setor entre janeiro e junho de 2022, atingindo US$10 milhões em comercialização de produtos.

O Reino Unido e o Chile também estão entre os destaques na negociação de maquinários brasileiros para o setor, sendo que os europeus movimentaram US$7,3 milhões, enquanto os chilenos importaram US$6,4 milhões.

Neste ano, o México tem se destacado dentro do setor. O país, que em 2021 totalizou US$4,5 milhões em importações do Brasil, atingiu US$4,9 milhões em compras de maquinários somente no primeiro semestre de 2022. Na comparação com os seis primeiros meses do ano passado, o incremento foi de 187%.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação

lucio@mclair.com.br

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional

magu@mclair.com.br

+ 55 11 99264-7489

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional

fernanda@mclair.com.br

+1 614 543-0441

06/07/2022

Empresas brasileiras levam inovações com foco em economia circular e meio ambiente à Argenplás

Por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), 15 companhias participam da feira; Argentina foi o destino de 15% das exportações de máquinas e equipamentos brasileiros do setor em 2021, totalizando US$14,1 milhões em movimentações

A Argenplás, feira internacional do plástico, acontece entre 06 e 09 de junho, em Buenos Aires, na Argentina. O evento conta com mais de 180 expositores da Argentina e 10 outros países, que apresentarão seus produtos para um público estimado em 18 mil profissionais. O foco deste ano será a economia circular, inovação e meio ambiente. Por meio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil e ABIMAQ, 15 empresas brasileiras foram selecionadas para participar da feira.

O evento acontece a cada dois anos e é destinado aos setores de máquinas e equipamentos, automação e controle de qualidade, moldes e ferramentas, matérias primas e produtos químicos, borracha, transformadores de plástico, produtos terminados e semielaborados, meio-ambiente e reciclagem, além de entidades, associações, bancos, serviços e revistas técnicas.

Com o objetivo de fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade, os expositores brasileiros levarão diversos produtos e novidades ao evento. A participação das companhias é promovida pelo BMS, que dispõe de um estande coletivo para exposição de seus lançamentos.

Uma das empresas participantes é a Piovan, multinacional que opera em todos os países da América do Sul e participa da Argenplás desde 2006. Nesta edição, a companhia apresentará produtos voltados a sistemas de alimentação, dosagem e desumidificação. Entre eles estão os Alimentadores Easy 3 System, que trazem um novo conceito em alimentação de materiais e controle centralizado, disponível em três versões de receptores. A gama inclui versões especiais para o tratamento de materiais em alta temperatura ou abrasivos, e é construído em aço inoxidável.

Outro lançamento da Piovan é o Dosador Gravimétrico MDW 150, uma unidade dosadora gravimétrica equipada com guilhotina pneumática ou rosca dosadora. O produto dosa até seis tipos de materiais granulados. O dosador é considerado ideal para ser aplicado a processos de injeção, sopro e extrusão. Seus benefícios incluem configuração customizada, dosagem precisa e alta repetibilidade do processo e mistura homogênea a cada batch.

A Mecalor, empresa líder em soluções de engenharia térmica ao desenvolver chillers para diversos segmentos da indústria, vai expor três produtos. Trata-se de chillers com tecnologia de ponta para aplicação pela indústria de plástico local. Um Chiller convencional com capacidade de 3 TRs, outro de 5 TRs e um terceiro de 10 TRs. Todos esses equipamentos são importantes para a refrigeração do processo industrial da transformação do plástico.

A empresa também vai aproveitar a feira para divulgar o Chiller Turbocor, que proporciona maior eficiência energética por causa da tecnologia do compressor centrífugo de mancal magnético livre de óleo.

Fundada em 1960, a Mecalor atua no mercado externo há cerca de 20 anos. Atualmente a companhia exporta cerca de 20% da sua produção. Esse percentual vem aumentando ao longo dos anos devido a um trabalho comercial ativo nos mercados latino-americanos, com destaque para a filial do México, inaugurada em 2019.

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

Dentre os maiores importadores de máquinas e equipamentos para a indústria do plástico, embalagem e impressão, encontram-se os Estados Unidos, a Argentina e o Peru. Em 2021, os Estados Unidos importaram 16% dos maquinários brasileiros, um total de US$15 milhões. No mesmo período, a Argentina teve uma participação de 15%, com US$14,1 milhões. Já o Peru importou US$7,6 milhões ao longo do ano.

Outros países que se destacam na negociação de maquinários brasileiros para o setor são o Reino Unido, que entre 2020 e 2021 teve uma variação de 79,6% no total de suas importações, com US$7,3 milhões; e o Chile, que no ano passado movimentou ao todo US$6,4 milhões.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação

lucio@mclair.com.br

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional

magu@mclair.com.br

+ 55 11 99264-7489

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional

fernanda@mclair.com.br

+1 614 543-0441

22/06/2022

Empresas brasileiras estimam US$2,7 milhões em novos negócios em máquinas têxteis

Com participação promovida pelo Programa BMS, empresas brasileiras lançaram soluções na Simatex 2022; movimentações durante o evento atingiram US$980 mil

As principais novidades sobre o setor internacional de máquinas têxteis foram o foco da Simatex 2022. A feira, ocorrida entre 30 de maio e 2 de junho em Buenos Aires, Argentina, contou com aproximadamente 200 expositores em uma área de 12 mil metros quadrados. Na ocasião, companhias brasileiras apresentaram os principais destaques de produtos para acabamento têxtil, tecidos de malha, corantes e produtos químicos, softwares, reciclagem e serviços para a indústria no estande coletivo do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS).

Ao todo, as empresas Audaces, Castilho, Comelato Roncato, Delta Máquinas Têxteis, Porta Cabos e Socio Tec movimentaram US$980 mil em negócios durante a feira. Além disso, as organizações estimam faturar, juntas, US$2,7 milhões nos próximos 12 meses. A presença dessas companhias foi promovida pelo BMS, fruto da parceria entre ApexBrasil e ABIMAQ, ação criada para fortalecer a imagem brasileira como fabricante de bens de capital mecânicos com tecnologia e competitividade.

O principal mercado atingido pelas empresas brasileiras foi o argentino. A Argentina é o quarto maior parceiro comercial do Brasil dentro do setor, tendo importado no ano passado um total de US$4,8 milhões. Os produtos mais comercializados pelo país são os teares circulares para malhas, com cilindro de diâmetro superior a 165mm. Em 2021, este produto representou 40,7% das importações, com US$1,95 milhão – variação de 351,2% entre 2020 e 2021. Outros maquinários brasileiros frequentemente importados pela Argentina são as máquinas para secar roupa, que movimentaram US$777 mil no ano passado, e as cardas para preparação de outras matérias têxteis, com um total de US$414 mil.

Em 2021, o Brasil exportou US$57,5 milhões em máquinas e equipamentos têxteis.  Seus principais importadores são a Alemanha, os Estados Unidos, o Paraguai, a Argentina e o México. Em 2021, a Alemanha movimentou US$13,9 milhões, um total de 24,2% dos maquinários têxteis brasileiros. Os Estados Unidos por sua vez importaram US$8,2 milhões, aumentando suas importações em 71,6% entre 2021 e 2020. Já o mercado paraguaio teve um aumento de 96,7% nas importações, alcançando US$6,3 milhões. A Argentina, sede da ação, movimentou US$4,8 milhões no ano passado, enquanto o México totalizou US$3,6 milhões.

Dentre os produtos mais exportados pelo Brasil ao mercado externo, encontram-se as máquinas de lavar roupa, de capacidade, expressa em peso de roupa seca, superior a 10kg, com uma participação de 33,9%, totalizando US$19,4 milhões em movimentações. As máquinas para preparação de matéria têxtil foram responsáveis pelo faturamento de US$6,5 milhões. Em seguida, as agulhas para máquinas de costura alcançam US$6 milhões no total das exportações.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

 

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação

lucio@mclair.com.br

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional

magu@mclair.com.br

+ 55 11 99264-7489

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional

fernanda@mclair.com.br

+1 614 543-0441

17/05/2022

Programa Brazil Machinery Solutions (BMS) promove empresas brasileiras durante a IFFA 2022

Feira abre oportunidades para apresentações de novas tecnologias no setor de carnes ao mercado externo; Evento conta com a participação de seis empresas brasileiras selecionadas pelo BMS

 

A IFFA 2022, feira líder mundial no setor de carnes, que acontecerá entre os dias 14 e 19 de maio, em Frankfurt, na Alemanha, terá a presença de empresas brasileiras fornecedoras de máquinas e equipamentos para a indústria. O evento é uma rota internacional de negócios para o setor – 70% dos visitantes e 63% dos expositores são de fora do país europeu – com a apresentação de diversos segmentos de produtos, como tecnologias do processamento de carnes e outras proteínas alternativas, tecnologias de empacotamento, sistemas de pesagem, e processos de automatização e soluções de T.I., além de equipamentos de limpeza, higiene operacional e segurança do trabalho, entre outros.

As empresas Equimatec, Farenzena, Hightech, Plasmetal, Torfresma e Varpe Brasil participarão da IFFA 2022, convidadas pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre ApexBrasil e ABIMAQ, expondo seus produtos para fortalecer a imagem brasileira como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. A presença de todas é custeada pelo BMS, que promove um estande coletivo para exposição de seus lançamentos.

Segundo Daniel Maffi, diretor Geral da Hightech, a empresa pretende expandir os negócios em quatro territórios nos próximos anos. “A feira é a nossa chave para entrada em novos mercados. Já estamos fortes na Eurásia, Europa e América Latina, porém o objetivo para os próximos três anos é a busca ao mercado americano”, explica. Para Maffi, o evento é um projeto de longo prazo, que reverbera por anos em vendas decorrentes das prospecções locais. “Sempre temos como meta, entre uma IFFA e a próxima, atingirmos em média 180 novos contatos, fidelizando em torno de 25% a 40%, e efetuando venda para 20 novos clientes”, acrescenta.

A Equimatec também projeta a entrada em novos destinos nos próximos anos: América Latina, América do Norte, Europa, Ásia e África. Ao falar sobre a principal novidade a ser apresentada no evento, Ingobert Piske, diretor geral da Competitiva Consultoria e Treinamento, empresa contratada pela Equimatec, detalha o produto e aponta as perspectivas: “apresentaremos uma linha automática de fatiamento de frios com integração a máquinas automáticas de embalagem. Durante a feira, a nossa estimativa de vendas para o mercado internacional é de cerca de US$ 1 milhão”, diz.

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

Os principais importadores de máquinas e equipamentos brasileiros para preparo de carnes e embalagens são a Argentina, os Estados Unidos, e o Paraguai. A Argentina importa 11,8% dos maquinários brasileiros, em 2021, o total foi de US$5,6 milhões. Já os Estados Unidos aumentaram suas importações em 20% entre 2020 e 2021, atingindo US$5,45 milhões. No mercado paraguaio o aumento chegou a 53%, totalizando US$3,97 milhões em 2021.

Outros dois países sul-americanos se destacam em movimentações de maquinários: a Colômbia, com US$2,8 milhões e o Chile, que totaliza US$2,45 milhões. Em 2021, o Brasil exportou um total de US$47,6 milhões de dólares nesse setor.

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 200 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações: www.brazilmachinery.com

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br

__________________________________

Informações para a imprensa

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação

lucio@mclair.com.br

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional

magu@mclair.com.br

+ 55 11 99264-7489

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional

fernanda@mclair.com.br

+1 614 543-0441

26/04/2022

AGRISHOW 2022: Projeto Imagem promove a indústria brasileira de máquinas e equipamentos no mercado internacional

Evento, que acontece entre os dias 25 e 29 de abril e visa o lançamento das principais tendências e inovações  para o agronegócio, contará com iniciativa para fomento das exportações. 

A Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação – Agrishow 2022, acontece em sua 27ª edição em  Ribeirão Preto, São Paulo, entre os dias 25 e 29 de abril. O evento, o maior em tecnologia agrícola do Brasil  e um dos três maiores do mundo, é reconhecido por lançar as principais tendências e inovações para o  agronegócio. Em sua última edição, em 2019, reuniu quase 160 mil visitantes de todos os estados e mais de  90 países e recebeu mais de 800 marcas expositoras em 520 mil metros quadrados. Além disso, somou  R$2,9 bilhões em negócios iniciados na feira.  

Por ser a maior feira de máquinas agrícolas da América Latina, a Agrishow reúne as principais empresas do  segmento, entre elas as maiores exportadoras, sendo a oportunidade ideal para conhecer a abrangência  tecnológica das marcas brasileiras. 

Vale destacar que em 2021, as exportações do Brasil de máquinas e equipamentos agrícolas apresentaram  um crescimento de 41% em relação ao ano anterior, tendo atingido um volume de US$1,3 bilhão, maior  patamar desde 2017. Com um crescimento de 108% no comparativo de 2021 em relação a 2020, o Paraguai  foi o principal destino das exportações, somando US$266,6 milhões, seguido da Argentina que no período  apresentou um volume de 161,2 milhões, e Estados Unidos que atingiu US$158,8 milhões. 

Em seu primeiro ano presencial após a pandemia, a Agrishow 2022 reúne soluções inovadoras para todos  os tipos de culturas e tamanhos de propriedades. Durante a feira, o público poderá participar da Agrishow  Experience, onde ocorrem palestras dentro da plataforma “Agrishow Labs”, que promove uma jornada de  conteúdo estratégico e ações presenciais. 

Segundo a Diretora de Mercado Externo da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos  (ABIMAQ), Patrícia Gomes, este é um momento muito aguardado, sobretudo em decorrência da retomada  dos eventos presenciais. “A Agrishow 2022 ganha ainda mais relevância para o setor por conta dos desafios  que tivemos nos últimos dois anos. A visibilidade que o evento oferece aos participantes, tanto para  expositores como para o público, é essencial para a retomada dos negócios e perspectivas de exportação  de máquinas e equipamentos agrícolas”, explica. 

PROJETO IMAGEM: FOMENTO À EXPORTAÇÃO COM FOCO EM ÁFRICA DO SUL, QUÊNIA E HOLANDA 

Durante a Agrishow 2022 acontecerá o Projeto Imagem, cujo objetivo é promover e divulgar a indústria  brasileira de máquinas e equipamentos ao mercado internacional, por meio da visita de formadores de  opinião e especialistas, que vêm ao Brasil para conhecer mais sobre as oportunidades e o diferencial do  setor de máquinas e equipamentos agrícola nacional. A ação é desenvolvida pelo Programa Brazil  Machinery Solutions (BMS), com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos  (ApexBrasil), em parceria com a ABIMAQ.

Neste ano, o Projeto Imagem recebe jornalistas da África do Sul, do Quênia e da Holanda.  

“Dentre os mercados foco do Projeto Imagem, a África do Sul teve destaque. As exportações para o  mercado apresentaram aumento de 140% no comparativo de 2021 em relação ao ano anterior, somando  US$37,1 milhões”, explica Diretora de Mercado Externo da ABIMAQ. Os produtos mais comercializados  para este destino foram: Pulverizadoras para agricultura ou horticultura (41,6%); Colheitadeiras  combinadas com debulhadoras (15,4%); e Tratores com potência de motor entre 37KW e 75KW (5,1%).  Além disso, as exportações brasileiras do segmento de máquinas e equipamentos agrícolas com destino ao  mercado sul-africano apresentam um fluxo constante, tendo atingido em 2021 o maior volume da série  histórica dos últimos 5 anos. “Se tratando da África do Sul, o objetivo do Projeto Imagem é apoiar a  consolidação da imagem do Brasil enquanto fornecedor de máquinas e equipamentos agrícolas de alta  tecnologia”, conclui.  

No que diz respeito ao Quênia, as exportações cresceram 15%, totalizando um volume de US$2,4 milhões  no ano de 2021. Mais de 50% do valor exportado para o destino está concentrado na cesta de produtos em  destaque: Tratores com potência entre 75KW e 130KW (23,9%); Arados e Charruas (17%); e Semeadores adubadores de plantio direto (14,7%).  

Já na relação comercial com a Holanda, o crescimento de 90% mensurado em 2021 se traduziu no maior  volume exportado nos últimos cinco anos: cerca de US$970 mil, com destaque para produtos classificados  como Máquinas e Aparelhos para avicultura (30,6%); Partes de máquinas de uso agrícola, hortícola ou  florestal, para preparação ou trabalho do solo (25,3%); e Máquinas e aparelhos para debulha (23,5%). 

“Quênia e Holanda são destinos-chave para propagarmos a imagem do Brasil como referência no  fornecimento de máquinas e equipamentos agrícolas. Diante dos respectivos crescimentos observados em  2021, cremos que as exportações brasileiras para ambos os mercados têm potencial para subir de  patamar”, conclui Patrícia.

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e  Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o  Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos,  assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e  competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 190 membros, entre indústrias de diversos  setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as  empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. Mais informações:  www.brazilmachinery.com 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em  1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando  ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e  contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e  modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a  missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus  negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência  organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à  participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para  conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos  estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na  promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no  Brasil. Mais informações: www.apexbrasil.com.br 

__________________________________ 

Informações para a imprensa 

MCLAIR COMUNICAÇÃO – Assessoria de Imprensa Programa BMS 

Lucio Agberto – Coordenador de Comunicação 

lucio@mclair.com.br 

+55 11 95494-9145

 

Maria Augusta Tozello (Magu) – Assessora de Imprensa Nacional e Internacional 

magu@mclair.com.br 

+ 55 11 99264-7489 

 

Fernanda Pasquale – Gestora de Comunicação Internacional 

fernanda@mclair.com.br 

+1 614 543-0441

 

03/02/2022

Brazil Machinery Solutions, fruto da parceria entre a ABIMAQ e a ApexBrasil, retorna à maior feira de processamento de proteína animal do mundo

Evento marcou a retomada das feiras norte-americanas e contou com a participação de 5 empresas do setor de máquinas e equipamentos no evento. Durante 3 dias de evento, 1140 expositores estiveram espalhados por uma área de mais de 45 mil metros quadrados.

A cidade de Atlanta, no estado da Geórgia, EUA, foi por mais um ano sede da International Production of Processing Expo – IPPE 2022, feira para o setor de processamento de proteína animal que aconteceu entre os dias 25 e 27 de janeiro, e contou mais uma vez com o Pavilhão Brasil organizado pelo Programa Brazil Machinery Solutions, parceria entre a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

As empresas brasileiras fabricantes de máquinas e equipamentos que participaram da IPPE 2022, apoiadas pelo Brazil Machinery Solutions, foram a Usitec, Fornari, Tecmaes, Varpe e Equimatec, geraram mais 3,4 milhões dólares entre negócios fechados durante a feira e expectativa de negócios para os próximos 12 meses. 

Os Estados Unidos seguem sendo o principal destino das exportações brasileiras de máquinas brasileiras para o setor de processamento de proteína animal e tratamento avícola; o segundo principal destino para o setor de máquinas de embalagens para proteína, atrás apenas da Argentina. Para o mercado brasileiro de máquinas e equipamentos para criação de animais, o país figura como o sexto destino das exportações em 2021, tendo ocupado a primeira posição em 2018 e 2019. 

Para acessar as imagens do evento, clique aqui: https://www.brazilmachinery.com/projetos/ippe-2022/

 

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 190 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. 

Mais informações: www.brazilmachinery.com 

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. 

Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil.

Mais informações: www.apexbrasil.com.br

 

02/02/2022

Empresas brasileiras encerram sua participação na Colombiatex com expectativa de US$3,8 milhões em negócios

Oito fabricantes estiveram em Medellín, Colômbia, para apresentar inovações e tecnologias voltadas à indústria têxtil e de confecção, com o apoio do Programa Brazil Machinery Solutions

A mais importante feira da América Latina para o setor têxtil e de confecção, a Colombiatex  ocorreu entre os dias 25 e 27 de janeiro, em Medellín, Colômbia. O evento atraiu a atenção de mais de 20 mil visitantes, entre eles 12.300 compradores internacionais, de mais de 18 países com destaque para Equador, Peru, México, Canadá e República Dominicana, trazendo resultados expressivos para as empresas brasileiras participantes e apoiada pelo Programa Brazil Machinery Solutions.

Com a representação brasileira de Máquinas e Equipamentos organizada pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), o Pavilhão Brasil contou com 08 empresas participantes: Audaces, Castilho, Censi, Comelato Roncato, Delta Máquinas, Inarmeg, Orizio e Porta Cabos.

A participação no evento possibilitou a aproximação das empresas brasileiras com mais de 240 contatos profissionais, o que resultou na concretização de 3,8 milhões de dólares entre negócios realizados durante a feira e prospecção para os para os próximos 12 meses. Os 03 principais países interessados pelas inovações e tecnologias brasileiras foram: Colômbia, Equador e Peru.

“O Brasil é referência no setor de máquinas e acessórios para a indústria têxtil  e de confecção na América Latina. Trabalhamos duro em inovação, principalmente em tecnologias que aprimorem as máquinas e equipamentos voltadas para o setor. Prova disso é o resultado e a expectativa de negócios das empresas participantes da Colombiatex”, diz a diretora executiva do mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa Brazil Machinery Solutions, Patrícia Gomes.

Para acessar as imagens do evento, clique aqui: https://www.brazilmachinery.com/projetos/colombiatex-2022/

Sobre o Brazil Machinery Solutions

Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 190 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Até outubro de 2021, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 160 países. 

Mais informações: www.brazilmachinery.com 

 

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. 

Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil.

Mais informações: www.apexbrasil.com.br

 

13/10/2021

Empresas brasileiras registram US$ 3.2 milhões em estimativa de vendas durante Missão Digital EUA

Ao todo, onze empresas brasileiras participaram da primeira ação digital para exportação

A primeira Missão Comercial Digital realizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS) reuniu 11 empresas brasileiras (Baldan,  Casale,  Doble TT,  Fockink,  Inroda,  Jacto,  Jan,  Jumil, Marchesan,  Pieralisi e Vence Tudo) e tinha como foco atender o setor de máquinas e equipamentos agrícolas para o mercado estadunidense. Sob a perspectiva do segmento, os Estados Unidos são o terceiro destino das exportações, alcançando US$50 milhões em 2020. No período, o mercado representou 7% das vendas do segmento com destino ao mercado externo. O mercado estadunidense de máquinas e equipamentos agrícolas tem apresentado crescimento constante, mensurado em cerca de US$4 bi em 2020, nos últimos 05 anos apresentou um crescimento de 19%.

No dia 11 de maio de 2021, como parte da agenda de webinars da Jornada Internacional, o Brazil Machinery Solutions promoveu uma ação que contou com a participação da Diretora de Mercado Externo da ABIMAQ, Patrícia Gomes, do Representante do Escritório Apex-Brasil América do Norte, Fernando Spohr e do Adido Agrícola do Brasil nos EUA, Filipe Sathler. Com o objetivo de abordar as oportunidades oferecidas pelo escritório da Apex-Brasil nos EUA e apresentar um breve panorama das produções agrícolas naquele mercado, além de especificidades de produção em cada região. O webinar está disponível no site da Jornada Internacional.

A ação faz parte do calendário 2021-2023 do Brazil Machinery Solutions, fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). Realizada inteiramente de maneira remota, contou com uma agenda exclusiva de capacitação para as empresas inscritas, além da agenda de negócios construída com base nas necessidades das empresas apoiadas. As sessões de capacitação contaram com os seguintes temas:

Sessão 1 – Tema: Exportação para os EUA – Procedimentos e Documentação, em 1º de junho de 2021.

Sessão 2 – Tema: SGP e Acordos Comerciais Brasil-Estados Unidos, em 17 de junho de 2021.

Sessão 3 – Tema: The Agricultural Machinery Market in the United States, em 23 de junho de 2021.

Sessão 4 – Tema: O papel dos dealers e a comercialização de equipamentos (gargalos, pós-venda e percepção do comprador final), em 29 de julho de 2021.

Realizada de 31 de maio a 30 de julho, gerou mais de US$3.2 milhões entre negócios fechados e estimativa para os próximos 12 meses. Com relação à prospecção de contatos e a realização de reuniões, 13 empresas americanas demonstraram interesse em realizar reuniões de negócios com uma ou mais das 11 empresas brasileiras participantes. No total, foram realizadas 60 reuniões.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex- Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS recentemente assinou a renovação do convênio para o biênio 2021-2023 e visa apoiar indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Seja uma empresa membro do Programa, para mais informações, acesse:https://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1945, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações: http://www.apexbrasil.com.br.

27/03/2020

Coronavírus impacta eventos nacionais e internacionais do setor

Feiras de máquinas e equipamentos anunciam adiamento, saiba quais

Desde que o novo Coronavírus atingiu o estágio de pandemia, o que significa que a população dos cinco continentes apresentam contaminação, a doença também se transformou na principal razão para cancelamentos e adiamentos de eventos pelo mundo inteiro. As exposições do setor de máquinas e equipamentos, infelizmente, têm sofrido o impacto. Abaixo fizemos um compilado das principais mudanças nos eventos nacionais e internacionais:

Entre os eventos brasileiros, a Agrishow, uma das maiores feiras ligadas ao setor de agronegócios do mundo, anunciou seu adiamento. Ainda sem data prevista para a remarcação. A organização justificou, por meio de nota no site oficial: “atendendo e seguindo todas as determinações das autoridades sanitárias do Ministério da Saúde, Governo do Estado de São Paulo e Município de Ribeirão Preto, que decretaram a suspensão temporária de eventos com público superior a 500 pessoas com o intuito de conter a propagação do vírus COVID-19, (a organização) decidiu pela postergação da AGRISHOW 2020”.

A feira internacional de tecnologia agrícola aconteceria de 27 de abril à 1º de maio, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Estava prevista a participação do Programa Brazil Machinery Solutions por meio dos Projetos Comprador – quando compradores do mundo inteiro vêm até o Brasil para adquirir produtos nacionais – e Imagem – a vinda de jornalistas internacionais para a cobertura do evento. No site, a organização ainda reforça que o momento é de agir com responsabilidade social. A nova data para a realização do evento deve ser anunciada em breve.

Logo em seguida, seria a vez de São Paulo receber outro grande encontro empresarial do setor. A Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (FEIMEC) aconteceria de 5 a 9 de maio, mas também anunciou seu adiamento. A organização do evento informa que em breve dará mais informações sobre a nova data. Esse seria mais um encontro com a realização dos projetos comprador e imagem por meio do Programa BMS.

Internacional

No primeiro semestre de 2020, o calendário de feiras internacionais voltadas ao setor de máquinas e equipamentos também foi afetado. Vale ressaltar que Argentina, Chile, Peru e Colômbia fecharam suas fronteiras por 15 dias, inicialmente, durante o mês de março, para combater o novo coronavírus. Por conta dessa medida, as feiras Expomin (Chile), Expoplast (Peru), Simatex e Argenplás (Argentina) também anunciaram suas mudanças.

Chile

Marcada para entre os dias 20 e 24 de abril, a Expomin, feira voltada para o setor de mineração, no Chile,  afirma que segue as recomendações dadas tanto pelas autoridades sanitárias locais e mundiais. Em nota, a organização diz que “o evento será realizado daqui a alguns meses, provisoriamente durante o último trimestre deste ano. Esperamos confirmar muito em breve”.  O Ministro de Minas do Chile, Baldo Prokurica, classifica o adiamento da Expomin como “o resultado da realidade que o mundo está vivendo com o vírus corona”.

Peru

A Expoplast, vista como a porta de entrada para a indústria de plásticos e setores relacionados no Peru, já tem nova data para acontecer. O evento foi remarcado para os dias 21, 22, 23 e 24 de outubro de 2020, no mesmo local onde seria realizado anteriormente, no espaço Domos Art da Costa Verde.

Argentina

A Argenplás, feira voltada para a indústria do plástico e embalagens, estava inicialmente marcada para acontecer entre 8 e 11 de junho deste ano. O evento também foi adiado e será realizado ainda este ano, entre 24 e 27 de novembro.

Já a Feira Internacional de Máquinas Têxteis (Simatex) aconteceria entre 20 e 23 de abril, em Buenos Aires, na Argentina. Além da Simatex, outros grandes eventos da vertical têxtil também foram adiados: a Feira Internacional de Fornecedores para a Indústria de Vestuário (Emitex) e a Feira Internacional de Máquinas para Vestuário (Confemaq).

África do Sul

Considerada a maior e mais tradicional feira agropecuária realizada na África do Sul, a Nampo Show também foi adiada.  O evento seria inicialmente realizado entre 12 e 15 de maio em Bothaville, mas foi adiado para os dias entre 11 e 14 de agosto. “A epidemia COVID-19 é uma ocorrência sem precedentes, e a pandemia global tem, num curto espaço de tempo, impactado as organizações de inúmeras maneiras. Estamos vivendo um ano que é desconhecido, e as coisas à nossa volta estão mudando muito rapidamente”, justifica a organização do evento por meio de nota oficial no site..

Estados Unidos

A Conferência de Tecnologia Offshore (OTC), que acontece em Houston, no Estados Unidos, também anunciou seu adiamento em decorrência da atual pandemia do Coronavírus. “A saúde e segurança de nossos parceiros, participantes, expositores, funcionários e comunidade são da maior importância, e nossos corações se dirigem a todos os que foram afetados”, diz a organização do evento.

Ela aconteceria entre os dias 4 e 7 de maio. O evento será remarcado para o terceiro trimestre de 2020, mas ainda não datas estabelecidas. A previsão é de que o novo período seja anunciado até setembro.

05/03/2020

Empresas brasileiras batem a marca de US$ 16 milhões em estimativa de vendas durante a IPPE 2020

Ao todo, sete fabricantes nacionais foram até o evento, organizadas e apoiadas pelo Brazil Machinery Solutions

Uma delegação de empresas brasileiras acaba de retornar da International Production & Processing Expo – IPPE 2020, o maior evento voltado para a indústria de processamento de proteína animal. Sete fabricantes nacionais estiveram em Atlanta, nos Estados Unidos, e voltaram com resultados surpreendentes: geraram mais de US$ 16 milhões entre negócios fechados e estimativa para os próximos 12 meses.

A IPPE  aconteceu entre os dias 28 e 30 de janeiro. A presença das fabricantes foi promovida pelo Programa Brazil Machinery Solutions, fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). Considerado como o maior evento de processamento de carnes e alimentos balanceados do mercado norte-americano, a exposição concentra o que há de mais inovador no setor. É o lugar onde reúnem-se compradores e vendedores das mais recentes tecnologias em produtos e serviços.

As empresas que foram até lá para alavancar o fluxo de comércio com o mercado externo realizaram US$ 3,4 milhões em vendas durante o evento. As fabricantes tiveram ainda a oportunidade de engajar com potenciais compradores. A previsão é de que o trabalho resulte em negócios de até US$ 13 milhões durante os próximos 12 meses. Os países que mais demonstraram interesse nos produtos brasileiros durante a feira foram: Alemanha, Argélia, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Granada, Guatemala, Indonésia México, República Dominicana, Singapura e Venezuela.

Crescimento

A comparação entre os resultados das fabricantes durante a feira IPPE neste ano com os resultado de 2019 chama atenção. Enquanto elas fecharam negócios no valor US$ 3,4 milhões na mais recente edição do evento, o valor alcançado no ano passado foi de US$ 1,7 milhão. Um aumento de 50% nas vendas de máquinas e equipamentos.

A mesma comparação impressiona em relação ao valor de negócios estimados para o ano seguinte em consequência à feira. Enquanto as empresas preveem vender até US$ 13 milhões durante 2020, a estimativa de negócios que as fabricantes esperavam concretizar ao longo de 2019 era de US$ 3,2 milhões. Ou seja, a estimativa de negociações para este ano é 75% maior do que o ano passado.

Vale ressaltar que os Estados Unidos estão em primeiro lugar no ranking de países que mais compram máquinas e equipamentos do Brasil. Em 2019, o país gastou US$ 2,8 bilhões na compra de produtos brasileiros, enquanto, em 2018, o valor foi de US$ 2,5 bilhões. Um aumento de 14% na comparação entre os dois períodos.

18/02/2020

Brasil conquista espaço na mídia norte-americana e colombiana

O setor de máquinas e equipamentos brasileiro foi pauta de diversas matérias em grandes meios de comunicação norte-americanos e colombianos no começo deste ano. As inserções foram motivadas pela participação brasileira durante as feiras Colombiatex de las Américas e International Production & Processing Expo – IPPE.

Devido à parceria do Brazil Machinery Solutions e Texbrasil — projetos de internacionalização realizados por meio de uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e as entidades Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e  Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) — uma assessoria de imprensa foi contratada durante o evento para alavancar a divulgação do Brasil na Colômbia.

A ação de imagem durante a Colombiatex de Las Américas, que aconteceu entre os dias 21 e 23, na cidade de Medellín, resultou na inserção de 55 publicações de alcance nacional na Colômbia, que repercutiram a participação brasileira no evento de forma positiva. Os resultados da mídia espontânea chegam a US$ 61 mil.

Entre os meios de imprensa escrita, por exemplo, o periódico La República destacou o Brasil em sua matéria de título “Tecnologia e Inovação, pontos de referência na Colombiatex”. O jornal ressalta a informação de que o setor de máquinas e equipamentos voltado para a área têxtil vendeu, em 2019, US$ 1,3 milhão em produtos para a Colômbia – um aumento de 39% em comparação com as exportações brasileiras dos mesmo produtos em 2018, quando a Colômbia comprou do Brasil US$ 987 mil.

A exposição da delegação brasileira na rede de televisão colombiana chama a atenção quanto aos resultados de mídia espontânea. O cálculo é de que a repercussão teria um custo médio de aproximadamente US$ 17 mil. A presença do Brasil na feira teve espaço nas mídias: RCN Televisión, Nuestra Tele Noticias – NTN24, Teleantioquia Noticias, Telemedellín, H13N e Teleboyacá.

“A imagem positiva que a participação brasileira teve durante a Colombiatex é prova de um esforço em conjunto, durante o ano inteiro que antecede a feira, de muito engajamento das empresas com seus respectivos projetos setoriais. No caso do Brazil Machinery Solutions, as fabricantes de máquinas e equipamentos obtiveram resultados positivos”, ressalta a Diretora Executiva de Mercado Externo ABIMAQ e Gerente do BMS, Patrícia Gomes.

IPPE

A revista internacional Feed&Food estampou sua edição de janeiro com o Brasil. “Alimentar e preservar – com tecnologia, pessoas engajadas e sustentabilidade, o Agronegócio Brasileiro prova que é possível produzir em grande escala e conservar ao mesmo tempo” diz o título principal.

A presença brasileira na International Production & Processing Expo – IPPE 2020, foi marcada pela parceria da ABIMAQ e a Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos (representada pela Abiquifi). As duas entidades se reuniram no evento, entre os dias 28 e 30 de janeiro, por meio dos dois Projetos Setoriais – Brazil Machinery Solutions e Brazilian Pharma Solutions – criados com a Apex-Brasil para estimular as exportações brasileiras de seus respectivos produtos.

A matéria especial ocupa 14 páginas da revista Feed&Food, repercutindo todo o trabalho de engajamento dos projetos setoriais para levar as empresas até Atlanta, nos Estados Unidos. Além disso, todas as fabricantes também ganharam espaço, com seus representantes falando sobre o mercado da indústria de processamento de proteína animal e a internacionalização de seus produtos.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações em: https://portal.apexbrasil.com.br/

07/02/2020

Empresas brasileiras batem a marca de US$ 16 milhões em estimativa de vendas durante a IPPE 2020

Uma delegação de empresas brasileiras acaba de retornar da International Production & Processing Expo – IPPE 2020, o maior evento voltado para a indústria de processamento de proteína animal. Sete fabricantes nacionais estiveram em Atlanta, nos Estados Unidos, e voltaram com resultados surpreendentes: geraram mais de US$ 16 milhões entre negócios fechados e estimativa para os próximos 12 meses.

A IPPE  aconteceu entre os dias 28 e 30 de janeiro. A presença das fabricantes aconteceu graças ao apoio do Programa Brazil Machinery Solutions, fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). Considerado como o maior evento de processamento de carnes e alimentos balanceados do mercado norte-americano, a exposição concentra o que há de mais inovador no setor. É o lugar onde reúnem-se compradores e vendedores das mais recentes tecnologias em produtos e serviços.

As empresas que foram até lá para alavancar o fluxo de comércio com o mercado externo realizaram US$ 3,4 milhões em vendas durante o evento. As fabricantes tiveram ainda a oportunidade de engajar com potenciais compradores. A previsão é de que o trabalho resulte em negócios até US$ 13 milhões durante os próximos 12 meses. Os países que mais demonstraram interesse nos produtos brasileiros durante a feira foram: Alemanha, Argélia, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Granada, Guatemala, Indonésia México, República Dominicana, Singapura e Venezuela.

“Os expressivos resultados em um evento do porte da IPPE fazem com que nossas empresas se sintam seguras para investir ainda mais em suas operações de exportação. O apoio do BMS em ações como esta é importante para aumentar a competitividade das nossas empresas no mercado externo”, comenta a diretora executiva de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

Crescimento

A comparação entre os resultados das fabricantes durante a feira IPPE neste ano com os resultado de 2019 chamam atenção. Enquanto as fabricantes fecharam negócios no valor US$ 3,4 milhões na mais recente edição do evento, o valor alcançado no ano passado foi de US$ 1,7 milhão. Um aumento de 50% nas vendas de máquinas e equipamentos.

A mesma comparação impressiona em relação ao valor de negócios estimados para o ano seguinte em consequência à feira. Enquanto as empresas preveem vender até US$ 13 milhões durante 2020, a estimativa de negócios que as fabricantes esperavam concretizar ao longo de 2019 era de US$ 3,2 milhões. Ou seja, a estimativa de negociações para este ano é 75% maior do que o ano passado.

Vale ressaltar que os Estados Unidos estão em primeiro lugar no ranking de países que mais compram máquinas e equipamentos do Brasil. Em 2019, o país gastou US$ 2,8 bilhões na compra de produtos brasileiros, enquanto, em 2018, o valor foi de US$ 2,5 bilhões. Um aumento de 14% na comparação entre os dois períodos.

Empresas organizadas pelo Programa BMS presentes na IPPE 2020

  • Farenzena Implementos
  • Ferraz Máquinas
  • Fornari Indústria
  • High Tech equipamentos industriais
  • Montemil Industrial
  • Plasmetal Tecnologia Industrial
  • Triel HT

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações em: https://portal.apexbrasil.com.br/

05/02/2020

Delegação brasileira prospecta mais de US$ 60 milhões durante a Colombiatex

Entre os dias 21 e 23, a Plaza Mayor, o mais popular espaço de eventos da cidade de Medellín, na Colômbia, recebeu a maior delegação brasileira na história da feira Colombiatex de Las América. Durante os três dias do principal evento do setor têxtil da América Latina, as 44 empresas brasileiras firmaram um total de US$ 8,96 milhões em negócios, com projeção de fechar US$ 62,84 milhões adicionais nos próximos 12 meses.

As empresas do setor têxtil e de confecção, máquinas e equipamentos e calçados e componentes, contaram com o apoio dos programas de internacionalização Texbrasil, Brazil Machinery Solutions e By Brazil Components, Machinery and Chemicals – realizados por meio parcerias entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e a Associação Brasileira das Empresas de Couro, Calçados e Componentes de Fabricação (ASSINTECAL), respectivamente.

A 32º edição da feira recebeu mais de 13,5 mil compradores de 33 países. Destes, 12,5 mil são da Colômbia e 1,5 mil de países como Equador, Peru e México. Entre os expositores, 546 empresas provenientes de 21 lugares do globo, com destaque para as delegações brasileiras, indianas e italianas.

O Brasil foi condecorado pela Inexmoda. A organizadora da feira entregou às entidades Abit, ABIMAQ e ASSINTECAL três placas de agradecimento a todo apoio ao setor têxtil colombiano nos últimos anos. O diretor executivo da Inexmoda, Carlos Eduardo Botero, agradeceu a parceira e comentou sobre o acordo comercial firmado entre a Colômbia e o Brasil, que leva a zero as tarifas para o setor têxtil e de confecção: “ainda estamos celebrando o acordo que traz muitas possibilidades, transações comerciais e presença nos nosso negócios”.

Textil e confecção

De acordo com Lilian Kaddissi, gerente executiva do Texbrasil, essa foi uma edição que ficará na história. “As 32 empresas do nosso setor que participaram do evento tiveram um número muito alto de fechamento de negócios, que bateu a marca dos US$ 8 milhões. Para os próximos 12 meses a perspectiva e de mais de US$ 60 milhões em negociações decorrentes do evento. Estamos realmente bastante satisfeitos e otimistas com os resultados, que foram 30% melhores do que as vendas no decorrer do ano de 2019”, assegura.

O grupo do setor têxtil era formado pelas empresas Bonor Fashion Accessories, Berlan, Canatiba, Cataguases, CMJ Textile, Coltex, Covolan Têxtil, Dalila, Draft, Ecotag Lacres, Estrela Aviamentos, Expor Manequins, Hudtelfa, Creora, J. Serrano, La Estampa Fabric & Arts, Latina Textil, Lunelli Textil, Linhas Trichê, Tecelagem Macias, Nicoletti Textil, Paramount, Paranatex Textil, Rosset, Salotex, Sancris, SantaConstancia, Santana Textiles, Santanense, Santista, TBM Têxtil e Vicunha Têxtil.

A Santista, que participa da Colombiatex desde sua segunda edição, afirma que o evento é obrigatório no calendário. De acordo com Sueli Pereira, gerente de moda e comunicação, neste ano a empresa apostou em uma releitura de seu primeiro sucesso e deu certo. “O First Denim é uma homenagem aos 90 anos da Santista. Nesta edição, trouxemos em duas versões: stretch e 100% algodão, ambas em black”, detalha. A gerente conta ainda que notou nos corredores da feira um maior movimento e otimismo se comparado com 2019.

Já a Lunelli Têxtil e a Coltex participam pela segunda vez na feira. Ana Luiza Busnardo, da área de exportação da Lunelli Têxtil, conta que o evento já é o mais importante para a empresa da América Latina. “Exportávamos para o Paraguai e para a Argentina e, de dois anos para cá, essa operação cresceu muito. Nós acreditamos que a Colombiatex foi uma peça chave para isso acontecer”, conta.

Alexandre de Oliveira, diretor comercial da Coltex, comenta que a empresa fechou negócios com países como Equador, México, Chile, Venezuela e Chile. “É uma feira que atrai compradores que vêm fazer negócios. Achei muito interessante o perfil diverso de profissionais, que são de empresas de grande, médio e pequeno portes”, finaliza.

Máquinas e equipamentos

Já o setor de máquinas e equipamentos brasileiro estava representado por oito fabricante: Audaces, Castilho Máquinas Têxteis, Censi Máquinas, Comelato Roncato, Delta Equipamentos, Inarmeg, Orizio e SocioTec. Eles fecharam durante o evento US$ 669 mil e prospectaram para os 12 meses seguintes um valor de US$ 2,2 milhões.

“O Brasil é referência no setor de máquinas e acessórios para a indústria têxtil e de confecção na América Latina. Trabalhamos duro em inovação, principalmente em tecnologias que aprimorem as máquinas e equipamentos voltadas para o setor. Prova disso é o resultado expressivo das negociações durante a Colombiatex”, diz a diretora executiva do mercado externo da ABIMAQ e gerente da BMS, Patrícia Gomes.

Para Fábio Kreutzfeld, diretor da Delta, empresa do BMS que marcou presença no evento, a feira contou com um público mais otimista e focado nesta edição. “Compradores, gerentes e diretores estiveram presentes apresentando demandas de seus setores e buscando tecnologia diferenciada. Redução de custos, automação e padronização de processos e garantia de qualidade foram os temas mais abordados para a competitividade da indústria colombiana”, explica.

Couro, calçados e componentes de fabricação

Para as quatro empresas participantes do By Brasil (Conexão Malhas, LCM Foils, SMS Metais e Alpargateria Cervera), a estimativa de geração de negócios ficou em US$ 320 mil. Os empresários do setor de couro, calçados e componentes de fabricação realizaram 223 contatos qualificados, sendo que 68% foram novos clientes.

De acordo com Luiz Valdemir Ribas da Cruz Junior, coordenador de mercado internacional e inteligência de mercado da ASSINTECAL, essa é a segunda vez que o programa apoia empresas na Colombiatex. “Foi uma abertura bastante importante. Há um potencial para as empresas de componentes/materiais participarem da feira, pois a visitação de calçadistas foi maior do que o esperado”, conta. E acrescenta: “notamos uma tendência de visitação maior uma vez que a feira tem uma pegada voltada também a novidades de moda e de novos materiais têxteis com possibilidade de aplicação ao calçado, diferente das feiras tradicionais do segmento que são mais estanques e direcionada”.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico e embalagens. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países.

Sobre o By Brasil Components, Machinery and Chemicals

Os fabricantes brasileiros que integram o setor de componentes interessados em ampliar suas relações comerciais com o mercado externo têm a oportunidade de participar, assim como outras 300 empresas, do projeto By Brasil Components, Machinery and Chemicals, realizado pela Assintecal, Apex-Brasil e Abrameq, que pretende promover um bom desempenho das exportações e, consequentemente, do setor. O projeto possui soluções adequadas a cada nível de internacionalização, mantendo ao alcance das empresas ações de promoção comercial, inteligência, capacitação, entre outros.

Sobre o Texbrasil

O Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira (Texbrasil) atua junto às empresas do setor têxtil e de confecção no desenvolvimento de estratégias para conquistar o mercado global. Ao longo de quase 20 anos, já auxiliou cerca de 1500 marcas a entrar na trilha da exportação, realizando US$ 3,6 bilhões em negócios. O Programa é realizado por meio de uma parceria entre a Abit e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

30/01/2020

Colombiatex 2020: empresas brasileiras têm expectativa de fechar USD 2,8 milhões em negócios

As fabricantes estiveram em Medellín, Colômbia, no final de janeiro para a feira voltada à indústria têxtil e de confecção

A feira Colombiatex de las Américas foi um sucesso. As oito empresas participantes do Brazil Machinery Solutions fecharam negócios no valor de US$ 2,8 milhões, entre realizados durante o evento e previstos para os próximos 12 meses, a partir do contato com potenciais compradores do mundo inteiro.

As fabricantes desembarcaram em Medellín, na Colômbia, entre os dias 21 e 23 de janeiro para uma das principais feiras da América Latina voltada para a indústria têxtil e de confecção: a Colombiatex. Elas levaram para lá o que há de mais inovador no mercado de máquinas e equipamentos.

Durante o evento, as empresas fecharam US$ 669 mil e prospectaram negócios para os 12 meses seguintes no valor de US$ 2,2 milhões. Os visitantes da Colombiatex vieram de diversos lugares do mundo, como Equador, Guatemala, Peru, México, Colômbia e República Dominicana.

“O Brasil é referência no setor de máquinas e acessórios para a indústria têxtil  e de confecção na América Latina. Trabalhamos duro em inovação, principalmente em tecnologias que aprimorem as máquinas e equipamentos voltadas para o setor. Prova disso é o resultado expressivo das negociações durante a Colombiatex”, diz a diretora executiva do mercado externo da ABIMAQ e gerente da BMS, Patrícia Gomes.

A Colômbia está em 11° lugar no ranking de exportações brasileiras voltadas para as máquinas e acessórios têxteis, de acordo com dados de 2019. Alemanha, Índia e México são os três primeiros países da lista que mais compraram produtos do setor vindos do Brasil.

O fluxo de comércio entre os dois países é extremamente positivo. Em 2019, o Brasil vendeu para a Colômbia US$ 1,3 milhão em máquinas e equipamentos têxteis. O valor representa um aumento de 39% em relação às exportações brasileiras dos mesmos produtos em 2018, quando a Colômbia comprou do Brasil US$ 987 mil.

A edição de 2020 da Colombiatex contou com a participação das seguintes empresas: Audaces, Castilho Máquinas Têxteis, Censi Máquinas, Comelato Roncato, Delta Equipamentos, Inarmeg, Orizio e SocioTec.

23/01/2020

Empresas brasileiras se preparam para embarcar para a IPPE 2020

Sete fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos voltados para a indústria alimentícia e refrigeração industrial estão embarcando para Atlanta, nos Estados Unidos. Elas participam do maior evento do setor, a International Production & Processing Expo – IPPE 2020, que acontece entre os dias 28 e 30 de janeiro. A presença das fabricantes foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

Considerado como o maior evento de processamento de carnes e alimentos balanceados do mercado norte-americano, a exposição concentra o que há de mais inovador no setor. É o lugar onde reúnem-se compradores e vendedores das mais recentes tecnologias em produtos e serviços.

Vale ressaltar que os Estados Unidos estão em primeiro lugar no ranking de países que mais compram máquinas e equipamentos do Brasil. Em 2019, o país gastou US$ 2,8 bilhões na compra de produtos brasileiros, enquanto, em 2018, o valor foi de US$ 2,5 bilhões. Um aumento de 14% na comparação entre os dois períodos.

A feira voltada para o ramo alimentício tem tudo para ser um sucesso, já que os empresários brasileiros terão a oportunidade de vender seus produtos e ainda prospectar negócios a partir do networking. Em 2019, as empresas presentes na IPPE registraram US$ 6,5 milhões entre negócios fechados e futuros para os 12 meses.

“A presença constante da nossa indústria neste evento possibilita ampliar nossa atuação no exigente mercado norte-americano, como também com compradores qualificados da América Latina”, ressalta a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

Parceria

Mais uma vez, a ABIMAQ e a Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos (representada pela Abiquifi) vão se unir para marcar presença no evento, por meio dos dois Projetos Setoriais – Brazil Machinery Solutions e Brazilian Pharma Solutions – criados com a Apex-Brasil para estimular as exportações brasileiras de seus respectivos produtos.

Empresas organizadas pelo Programa BMS presentes na IPPE 2020

  • Farenzena Implementos
  • Ferraz Máquinas
  • Fornari Indústria
  • High Tech equipamentos industriais
  • Montemil Industrial
  • Plasmetal Tecnologia Industrial
  • Triel HT

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações em: https://portal.apexbrasil.com.br/

22/01/2020

Delegação com 44 empresas brasileiras leva inovação e tecnologia para a Colombiatex 2020

Entre os dias 21 e 23 de janeiro, acontece em Medellín, na Colômbia, uma das principais feiras da América Latina voltada ao setor têxtil e de confecção: a Colombiatex. O Brasil desembarca na cidade colombiana com 44 empresas, que prometem levar inovações em insumos têxteis, máquinas e equipamentos, couro, calçados e suprimentos.

As fabricantes brasileiras formam uma das delegações estrangeiras mais representativas da feira. O grupo de empresas participa da Colombiatex graças ao apoio dos programas internacionais de promoção: By Brazil Components, Machinery and Chemicals, Brazil Machinery Solutions e Texbrasil, realizados por meio de uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira das Empresas de Couro, Calçados e Componentes de Fabricação (ASSINTECAL), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Vestuário (Abit).

Em 2019, durante a última participação do Brasil na Colombiatex, as 30 empresas participantes do programa Texbrasil faturaram mais de US$ 6,7 milhões durante os três dias do evento e mais de US$ 58 milhões em negócios previstos para ser realizado no ano seguinte. Já as 09 fabricantes participantes do Brazil Machinery Solutions, do setor de máquinas e equipamentos, negociaram mais de US$ 2 milhões, entre acordos imediatos e ao longo do ano.

A Colômbia é atualmente o terceiro parceiro comercial mais importante para o Brasil na América Latina, com um importante processo de crescimento. Mais de 90% das exportações brasileiras para o país são de manufaturas, especialmente produtos para carros, ferro, aço, peças automotivas.

2020 – A presença brasileira

O programa Brazil Machinery Solutions leva até a Colômbia oito empresas fabricantes de máquinas e equipamentos voltados para o setor têxtil e de confecção. “Esta feira é muito importante para as empresas brasileiras. Trabalhamos duro em inovação há vários anos, principalmente em tecnologias que nos permitem criar produtos, suprimentos, máquinas e equipamentos que cada vez mais apontam para um conceito sustentável. É o que os consumidores de hoje procuram, mas acima de tudo o que o planeta precisa ”, afirma a diretora executiva do mercado externo da ABIMAQ e gerente da BMS, Patrícia Gomes.

Para suprir a demanda de compradores colombianos e de diversos lugares do mundo que visitam a Colombiatex, o programa Texbrasil leva 32 empresas de insumos têxteis. “A Colombiatex é a vitrine perfeita para as empresas brasileiras apresentarem avanços tecnológicos em tecidos e suprimentos para roupas. Desde a assinatura do Acordo de Livre Comércio entre Colômbia e Brasil, o número de exportações aumentou consideravelmente, assim como a demanda por insumos na indústria têxtil. Diante desse cenário de crescimento, esta é a maior delegação brasileira que participa da Colombiatex ”, acrescenta a gerente executiva do Texbrasil e representante da Abit,  Lilian Kaddissi.

A exposição comercial para o setor de couro, calçados e suprimentos de calçados será composta por 4 empresas, que mostrarão as principais tendências em insumos para obter calçados confortáveis, com materiais de qualidade, mas acima de tudo na vanguarda em termos de design e tecnologia.

“A indústria de couro e calçados no Brasil é uma das mais importantes do mundo. Atualmente, exportamos para mais de 70 países. Somos uma indústria que até consegue usar mais de 3.500 componentes diferentes em cada coleção, o que nos torna muito criativos e inovadores”, diz a analista de relacionamento da ASSINTECAL, Cariani de Souza.

As empresas participantes

As participantes do Programa Brazil Machinery Solutions serão: Audaces, Castilho Máquinas Têxteis, Censi Máquinas, Comelato Roncato, Delta Equipamentos, Inarmeg, Orizio e SocioTec.

Na indústria têxtil, as empresas que acompanham o programa Texbrasil são: Bonor Fashion Accessories, Berlan, Canatiba Denin Industry, Cataguases, Cedar Textile, CMJ Textile, Coltex, Covolan Têxtil, Delilah Textile, Draft, Ecotag Lacres, Estrela Aviamentos, Expor Manequins, Hudtelfa, Creora, J. Serrano, La Estampa Fabric & Arts, Latina Textil, Lunelli Textil, Linhas Trichë, Tecelagem Macias, Nicoletti Textil, Paramount, Paranatex Textil, Rosset, Salotex, Sancris Threads and Closures, SantaConstancia, Santana Textiles , Santanense, Santista Jeans Wear, TBM Têxtil, Vicunha Textil.

Da parte da ASSINTECAL, quatro empresas participarão: Conexão Malhas, LCM Foils, SMS Metais e Alpargateria Cervera.

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Abit

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), fundada em 1957,  é uma das mais importantes entidades dentre os setores econômicos do País. Ela representa a força produtiva de 33 mil empresas instaladas por todo o território nacional, empresas de todos os portes que empregam mais de 1,5 milhão de trabalhadores e geram, juntas, um faturamento anual de US$ 45 bilhões. Mais informações: https://www.abit.org.br/

Sobre a ASSINTECAL

Há mais de 35 anos a Associação Brasileira de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) atua diretamente na expansão de seu setor coureiro-calçadista. Seu trabalho é reconhecido pela força e diálogo com todas as esferas governamentais, pela consolidação do mercado internacional e pelo desenvolvimento em pesquisas e conteúdo de moda. A entidade responde por um setor que possui 3 mil.

17/01/2020

Não perca: as inscrições para a Colombiaplast 2020 já estão abertas

Entre os dias 21 e 25 de setembro, vai acontecer em Bogotá, na Colômbia, um dos eventos de maior destaque para as fabricantes da indústria de plástico, borracha e petroquímica: a Colombiaplast. É a oportunidade que a indústria brasileira de máquinas e equipamentos terá para apresentar suas inovações e soluções tecnológicas ao mercado latino-americano.

A participação brasileira no evento é organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

A feira acontece a cada dois anos, por isso é imprescindível que as empresas brasileiras estejam por dentro do que vai acontecer e se prepararem com antecedência para levar seus produtos até a capital colombiana. Para se inscrever, basta clicar no link: https://mla.bs/540b7922.

Em 2019, o volume de exportação de máquinas e acessórios para a indústria relacionada ao plástico foi de US$ 2,9 milhões. Enquanto no ano anterior, em 2018, foi de US$ 1,2 milhão. O aumento das vendas desses equipamentos na comparação entre os dois períodos é de 134%.

A Colômbia aparece em 10° lugar no ranking de países que mais compram máquinas e equipamentos do Brasil. “O Brasil é hoje um significativo parceiro comercial da Colômbia e o setor de máquinas e acessórios para a indústria do plástico é uma das cinco principais verticais para as quais realizamos nossas ações de promoção comercial”, ressalta a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Para mais informações, acesse:  www.apexbrasil.com.br

17/01/2020

Inscrições abertas: garanta a sua presença na Nampo Show

A Nampo Show 2020 está com inscrições abertas até 30 de janeiro. Considerada a maior e mais tradicional feira agropecuária realizada no continente africano, o evento será realizado entre 12 e 15 de maio em Bothaville, na África do Sul. As fabricantes brasileiras terão a oportunidade de participar da Rodada Internacional de Negócios, iniciativa organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

As empresas interessadas em participar da Nampo Show devem fazer sua inscrição clicando no link: https://mla.bs/ebd74c6b. O evento é voltado para fabricantes de  máquinas, implementos agrícolas, pecuária e equipamentos de irrigação.

A edição que ocorreu em 2019 foi avaliada pelos empresários participantes como um excelente espaço para prospecções. Durante a feira foram consolidados negócios junto a compradores de todo o continente africano. Muitos contatos foram realizados para futuros projetos.

Dados de 2019 mostram que a África do Sul aparece entre os 20 primeiros destinos para onde o Brasil mais exportou máquinas e equipamentos. O bom relacionamento com o país africano rendeu às empresas brasileiras do setor mais de US$ 100 milhões em vendas no ano passado. “O mercado africano como um todo vem recebendo especial atenção do setor. A África do Sul é o país que aparece em primeiro lugar como principal comprador dos produtos brasileiros”, ressalta a diretora executiva de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações www.apexbrasil.com.br .

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br .

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

17/01/2020

Colombiatex recebe oito fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos

Está tudo pronto! Oito empresas fabricantes de máquinas e acessórios para a indústria têxtil e de confecção desembarcam em Medellín, na Colômbia, para uma das principais feiras da América Latina voltada ao setor: a Colombiatex. A feira acontece entre os dias 21 e 23 de janeiro. As empresas brasileiras prometem levar o que elas têm de mais inovador para o mercado colombiano.

A participação das empresas brasileiras do setor de máquinas e acessórios têxteis conta com o apoio do programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), que visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos.

A Colômbia está em 11° lugar no ranking de exportações brasileiras voltadas para as máquinas e acessórios têxteis, de acordo com dados de 2019. Alemanha, Índia e México são os três primeiros países da lista que mais compraram produtos do setor vindos do Brasil.

O fluxo de comércio entre os dois países é extremamente positivo. Em 2019, o Brasil vendeu para a Colômbia US$ 1,3 milhão em máquinas e equipamentos têxteis. O valor representa um aumento de 39% em relação às exportações brasileiras dos mesmo produtos em 2018, quando a Colômbia comprou do Brasil US$ 987 mil.

“O Brasil é referência no setor de máquinas e acessórios para a indústria têxtil na América Latina. Trabalhamos duro em inovação, principalmente em tecnologias que aprimorem as máquinas e equipamentos voltadas para o setor. O resultado vem aparecendo a cada ano, prova disso é o expressivo aumento das exportações brasileiras em 2019, comparado ao volume de 2018”, diz a diretora executiva do mercado externo da ABIMAQ e gerente da BMS, Patrícia Gomes.

A edição de 2020 da Colombiatex vai contar com as participantes do Brazil Machinery Solutions: Audaces, Castilho Máquinas Têxteis, Censi Máquinas, Comelato Roncato, Delta Equipamentos, Inarmeg, Orizio e SocioTec.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions

Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2019, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 168 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações em: https://portal.apexbrasil.com.br/

16/01/2020

Inscrições abertas: garanta a sua presença na Argenplás

Estão abertas as inscrições para as fabricantes com interesse em participar da Argenplás, feira voltada para a indústria do plástico e embalagens. O evento acontece entre os dias 08 e 11 de junho, em Buenos Aires, na Argentina. O processo de inscrição vai até 24 de janeiro e, para participar, basta clicar aqui:
https://mla.bs/aece0275.

Realizada a cada dois anos, a feira atrai um grande número de representantes, compradores e vendedores, além de associações e imprensa. O evento reúne os principais fornecedores de produtos e serviços para o setor, além dos fabricantes de artigos plásticos mostrando suas novidades.

A participação brasileira na feira será organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), que visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos e o fortalecimento da imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico.

De acordo com a diretora da Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, o Programa tem buscado cada vez mais a inserção das fabricantes nacionais no mercado internacional. “O processo de internacionalização da indústria de máquinas e equipamentos para esse setor vem se consolidando ano a ano, e bons resultados em um evento do porte da Argenplás fazem com que nossas empresas se sintam seguras para investir em sua vocação exportadora”, ressalta.

A Argenplás é a oportunidade para a prospecção de negócios, bem como para o fortalecimento da presença da  indústria brasileira no mercado argentino de plástico e embalagens. O evento vai apresentar tecnologias para o setor, equipamentos, máquinas e serviços para a indústria.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações em:http://www.abimaq.org.br.

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações em: http://www.apexbrasil.com.br.

16/12/2019

Inscrições abertas: garanta a sua presença na Nampo Show

A Nampo Show 2020 está com inscrições abertas até 18 de dezembro. Considerada a maior e mais tradicional feira agropecuária realizada no continente africano, o evento será realizado entre 12 e 15 de maio em Bothaville, na África do Sul. As fabricantes brasileiras terão a oportunidade de participar da Rodada Internacional de Negócios, iniciativa organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

As empresas interessadas em participar da Nampo Show devem fazer sua inscrição clicando no link: https://mla.bs/ebd74c6b. O evento é voltado para fabricantes de  máquinas, implementos agrícolas, pecuária e equipamentos de irrigação.

A edição que ocorreu em 2019, também na África do Sul, foi considerada pelos empresários brasileiros um excelente espaço para prospecções. Durante a feira foram consolidados mais de US$ 2 milhões em negócios junto a compradores de todo o continente africano. Muitos contatos foram realizados para futuros projetos.

Em 2018, as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos agrícolas para o continente africano totalizaram US$ 56 milhões, representando um crescimento de 5% em relação a 2017. “O mercado africano como um todo vem recebendo especial atenção do setor. A África do Sul é o país que aparece em primeiro lugar como principal comprador desses produtos brasileiros”, ressalta a diretora executiva de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações www.apexbrasil.com.br .

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br .Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

12/12/2019

Empresas do BMS negociam US$39 milhões durante quatro eventos

As feiras internacionais tiveram a participação de 38 fabricantes brasileiras do setor de máquinas e equipamentos

s quatro últimas feiras apoiadas pelo Brazil Machinery Solutions (BMS) renderam às empresas participantes cerca de US$ 39 milhões, entre negócios fechados e estimados para os próximos 12 meses. Os eventos Andina Pack, Agritechnica, Feira K e Extemin ocorreram nos meses de setembro, outubro e novembro, e tiveram a participação de 38 fabricantes que fazem parte do Programa.

“Os números de vendas fechadas durante essas feiras demonstram como os esforços das empresas e do Programa Brazil Machinery Solutions em promover as exportações brasileiras trazem resultados. A cada dia, a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital é fortalecida. Isso é extremamente positivo para o setor”, comenta a diretora executiva de mercado externo da Abimaq e gerente do BMS, Patrícia Gomes.

A mais recente feira foi a Andina Pack, que aconteceu entre os dias 19 e 22 de novembro em Bogotá, na Colômbia. Ela reuniu 20 fabricantes brasileiras de máquinas para a indústria de plástico e embalagens. As empresas realizaram vendas diretas no valor de US$ 2,2 milhões para clientes que visitaram o evento e por meio de 142 ações de matchmaking promovidas pela Apex-Brasil.

As expectativas para os próximos 12 meses bateram os  US$ 9 milhões em negócios, demonstrando a importância da feira para o setor. Os compradores interessados nos produtos brasileiros são de mercados da própria Colômbia, além da Venezuela, Peru, Equador, República Dominicana, México, Argentina, Estados Unidos, Panamá, Guatemala e Uruguai.

Durante a Andina Pack, o Programa BMS contratou uma assessoria de imprensa especializada para divulgar as empresas brasileiras na mídia colombiana. A ação de imagem resultou na inserção de matérias em 10  veículos de alcance na imprensa colombiana, que repercutiram o evento de forma positiva. Os resultados da mídia espontânea chegam a US$ 6,4 mil.

Já a Agritechnica antecedeu a Andina Pack. Ela ocorreu entre os dias 10 e 16 de novembro em Hannover, na Alemanha, e contou com a presença de nove empresas brasileiras. A feira, voltada para o agronegócio, resultou em US$ 5,6 milhões para as participantes. As fabricantes esperam vender US$ 7,2 milhões adicionais no próximo ano, a partir de contatos que tiveram com clientes de mercados como a Ucrânia, Rússia, Alemanha e outros 15 países.

Outubro 

Também na Alemanha, em Dusseldorf, aconteceu a Feira K. Entre os dias 16 e 23 de outubro, três empresas brasileiras fabricantes de máquinas e equipamentos voltados para a indústria do plástico realizaram US$ 4,5 milhões de negócios durante o evento. Elas esperam fechar até US$ 7,3 milhões em vendas no próximo ano. Os compradores internacionais são de nove países, como a Espanha e Portugal.

Setembro

De 16 a 20 de setembro, aconteceu a Extemin, uma das principais feiras do setor de mineração. Seis empresas brasileiras realizaram US$ 840 mil em negócios. As expectativas para o próximo ano são de negociações na faixa de US$ 2,5 milhões adicionais para as fabricantes. Além de fechar e prospectar negócios, os empresários brasileiros realizaram 111 novos contatos com compradores internacionais de mercados como Peru, Chile, Brasil, República Tcheca, Colômbia e Bolívia.

02/12/2019

Andina Pack 2019: empresas brasileiras têm expectativa de fechar USD 11 milhões em negócios

Entre os dias 19 e 22 de novembro, 20 empresas brasileiras do setor de máquinas e equipamentos para a indústria do plástico e embalagens marcaram presença na Andina Pack, em Bogotá (Colômbia). O evento, que é um dos maiores da América Latina voltado para o setor,  gerou para as fabricantes nacionais mais de US$ 11 milhões, entre negócios fechados e futuros para os próximos 12 meses.

A participação brasileira contou com o apoio do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). As fabricantes fecharam US$ 2,2 milhões de negócios durante a feira e esperam vender até US$ 9 milhões adicionais no próximo ano, a partir dos contatos que tiveram com clientes do mundo inteiro.

As vendas diretas realizadas durante o evento fruto de negociações junto a  consumidores que visitaram o estande do BMS e, também, por meio de ações de matchmaking promovidas pela Apex-Brasil. Foram, no total, 142 reuniões arranjadas entre as fabricantes e potenciais compradores na rodada de negócios. Os clientes interessados nos produtos brasileiros são de mercados da própria Colômbia, além da Venezuela, Peru, Equador, República Dominicana, México, Argentina, Estados Unidos, Panamá, Guatemala e Uruguai.

“A Andina Pack é um dos eventos mais antigos do nosso calendário, sempre oferecendo oportunidades interessantes para as empresas brasileiras. Vemos o mercado latino-americano como um dos principais mercados-alvo para a internacionalização de máquinas e equipamentos brasileiros”, explica Patrícia Gomes, diretora executiva de mercado externo Abimaq e gerente do BMS.

As empresas que participaram do evento colombiano com o apoio do Programa são: Pronatec, Carton Acessórios, Deublin, Mega Steel, Delgo, Mecalor, Kromia Label, Polimáquinas, Laserflex, Pavan Zanetti, Branqs, Piovan, Feva, Reinaflex, Carnevalli, Varpe, Saur, Eletrothermo, Nova Flexo e Hece. As fabricantes pertencem às Câmaras Setoriais de Máquinas e Acessórios para Indústria do Plástico e de Máquinas e Equipamentos para Gravação, Impressão, Acabamento e Conversão, CSMAIP e CSMEG.

Imagem 

Durante a Andina Pack, o BMS contratou uma assessoria de imprensa especializada para divulgar as empresas brasileiras na mídia local. A ação de imagem resultou na inserção de matérias em 10  veículos de alcance na imprensa colombiana, que repercutiram o evento de forma positiva. Os resultados da mídia espontânea chegam a US$ 6,4 mil.

Em 2019, a Colômbia foi classificada como o 10º destino das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, totalizando US$ 209 milhões. Destacam-se as exportações de máquinas e equipamentos para rodovias, com exportações da ordem de US$ 33 milhões, representando 16% do padrão de exportação do setor, seguidas por máquinas de projeto e equipamentos pesados ​​que, com US$ 24 milhões, representaram 11% das exportações.

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações http://www.apexbrasil.com.br.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1945, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações:
http://www.abimaq.org.br.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse:
https://www.brazilmachinery.com.

21/11/2019

Agritechnica 2019: empresas brasileiras têm expectativa de fechar USD 12 milhões em negócios

Entre os dias 10 e 16 de novembro, nove empresas brasileiras participaram de uma das maiores feiras do agronegócio de pavilhão fechado do mundo, a Agritechnica. O evento ocorreu na cidade de Hannover, na Alemanha, e gerou para as fabricantes nacionais mais de USD 12 milhões, entre negócios fechados e futuros para os próximos 12 meses.

A participação brasileira contou com o apoio do Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). As fabricantes fecharam USD 5,6 milhões de negócios e esperam vender USD 7,2 milhões adicionais no próximo ano, a partir dos contatos que tiveram com clientes do mundo inteiro.

O evento bienal reuniu os maiores players do agronegócio mundial. Os 2.820 expositores participantes da feira tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos de inovação para mais de 450 mil visitantes. As negociações brasileiras ocorreram com compradores da Ucrânia, Rússia, Alemanha, Polônia, Portugal, Rep. Tcheca, Lituânia, Austrália, Irlanda, Bulgária, Hungria, África do Sul, Filipinas, India, França, China, Uzbequistão e Espanha.

As empresas brasileiras que participaram da Agritechnica são: TMSA, Tramontina, Magnojet, Vence Tudo, Indústrias Colombo, Stara,  Menta, Saur e J.Assy.

“Os bons resultados em um evento do porte da Agritechnica fazem com que nossas empresas se sintam seguras para investir ainda mais em suas operações de exportação. A internacionalização da indústria brasileira de máquinas e equipamentos para esse setor vem se consolidando ano a ano e, por isso, o apoio do BMS em ações como essa é tão importante para aumentar a competitividade das nossas empresas no mercado externo”, comenta a diretora executiva de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

A gerente ressalta que o Programa BMS tem priorizado eventos que possibilitem negócios e fortalecimento de uma rede de contatos com importadores, para que empresas cada vez mais busquem sua inserção no mercado internacional.

A Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas somada à Câmara de Equipamentos para Irrigação formam uma das maiores frentes de exportações de máquinas e equipamentos do Brasil. Em 2018, elas movimentaram mais de US$ 870 milhões em transações internacionais. Entre os principais compradores das fabricantes do agronegócio brasileiro, podemos destacar a Argentina, Paraguai, Bolívia, Estados Unidos e Tailândia.

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações http://www.apexbrasil.com.br.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1945, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações:
http://www.abimaq.org.br.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse:
https://www.brazilmachinery.com.

18/11/2019

Feiras Simatex e Expomin estão com inscrições abertas

Os dois eventos vão ocorrer em abril do ano que vem na Argentina e no Chile. Ainda há tempo de fazer parte do Pavilhão Brasil

As inscrições para as feiras Simatex e Expomin estão abertas até o dia 22 de novembro. As feiras voltadas para o setor de máquinas e equipamentos vão acontecer simultaneamente na Argentina e Chile, respectivamente. São duas grandes oportunidades para alavancar a promoção de exportações e investimentos.

A Expomin vai ser realizada em Santiago, no Chile, entre os dias 20 e 24 de abril de 2020. Ela é considerada a principal feira internacional para a indústria da mineração no país. As fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos do setor ainda têm tempo de reservar seu espaço no Pavilhão Brasil. Basta clicar aqui:
https://mla.bs/de0d80d2

É uma oportunidade para a prospecção de negócios, bem como para o fortalecimento da presença da  indústria brasileira no mercado chileno de mineração. O evento vai apresentar tecnologias para o setor, equipamentos, máquinas e serviços para a indústria.

Já a Simatex e Confemaq, apresentadas pela Texprocess e Emitex, vão acontecer entre os dias 20 e 23 de abril em Buenos Aires, na Argentina.  São duas exposições simultâneas voltadas para os mais importantes fabricantes de fios e tecidos, produtores de máquinas para a indústria têxtil e de confecção, além de fornecedores de serviços e suprimentos.

Durante os três dias de evento, os visitantes e compradores da feira esperam encontrar produtos e serviços inovadores, além da oportunidade de realização de negócios. Para fazer parte do Pavilhão Brasil na Argentina, basta clicar no link:
https://mla.bs/97557533

As vagas para as duas feiras são limitadas. As inscrições ocorrem por ordem de confirmação.

A participação brasileira nas feiras é apoiada pelo Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). O projeto setorial visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade.

08/11/2019

Apex-Brasil lança guia de investimentos

Caderno de 182 páginas contempla informações
relevantes para incentivar investidores estrangeiros a
fazer negócios em território nacional

Um guia de investimentos para quem quer fazer negócios no Brasil. Esse é o conteúdo do Investment Guide to Brazil 2019, lançado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). O estudo, em inglês, reúne informações essenciais para facilitar a compreensão de investidores estrangeiros sobre o Brasil, sua economia, setores produtivos, clima de negócios e estrutura de investimentos.

São 182 páginas apresentando os setores mais produtivos e áreas de desenvolvimento que diversificam a economia, como Energia, Óleo e Gás, Agronegócios, Infraestrutura e Inovação, entre outros. Dados do Banco Central do Brasil mostram que, em 2018, os investimentos estrangeiros no Brasil cresceram 7,7% em comparação a 2017, totalizando pouco mais de $149 bilhões de dólares em negócios. O guia ressalta que o país é o maior destino de investimentos estrangeiros da América Latina.

O estudo foi elaborado para suprir as necessidades de investidores de diversos níveis de maturidade. O caderno contém informações sobre a economia do país e aponta as maiores oportunidades de negócios em diferentes setores da cadeia produtiva.

“O Brazil Investment Guide é uma importante ferramenta para atrair investidores ao país. Além disso, reúne informações valiosas que podem ser usadas como argumento pelas empresas do BMS durante negociações internacionais”, ressalta a gestora do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), Patrícia Gomes.

O manual orienta tanto investidores prontos para fazer negócios com o Brasil, quanto aqueles que já investem, mas procuram expandir suas operações em território nacional. O documento mostra os caminhos para estabelecer e fazer funcionar um negócio no país, além dos programas de incentivos do Governo para ajudar a expandir investimentos em indústrias selecionadas.

Top 10

O Brazil Investment Guide aponta 10 razões-chave para investir no país. Entre as justificativas, o manual ressalta que o Brasil está na lista da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, entre os países que mais recebem investimentos estrangeiros.

Outra justificativa é a de que o Brasil tem acordos de livre comércio com os maiores mercados da América Latina e é um membro fundador do Mercado Comum do Sul, o Mercosul.

O guia traz, ainda, um panorama do território nacional, estados e população, o sistema político, o desenvolvimento econômico brasileiro e um vasto cenário sobre a indústria brasileira. Para acessar o guia completo, basta entrar no site da Apex-Brasil (https://portal.apexbrasil.com.br/).

09/10/2019

Empresas brasileiras representam o país na feira K, uma das maiores da indústria do plástico

BMS apoia a presença da delegação brasileira no evento, que acontece na Alemanha

 

Entre os dias 16 e 23 de outubro, será realizada na cidade de Dusseldorf, na Alemanha, a Feira K, que reúne mais de 3 mil produtores e compradores da indústria do plástico para conhecer as principais inovações do mercado. O Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), estará presente no evento.

 

Nesta edição, o Programa apoiará a participação de três empresas brasileiras: A. Carnevalli, Lakatos e a Mecalor Soluções. O setor de máquinas para a indústria do plástico está entre os principais setores de atuação do projeto. Em 2018, a Câmara Setorial de Máquinas e Acessórios para Indústria do Plástico exportou mais de US$ 45 milhões. 

 

Para as empresas, esta é uma oportunidade de mostrar seus produtos ao mercado externo. Segundo o diretor da Carnevalli, Edson Favato, mesmo tendo participado de outras edições da feira é muito importante ir agora com o apoio do BMS. “É fundamental, uma vez que se trata da maior feira do setor. Essa parceria permite levarmos as tecnologias mais recentes que produzimos, e a nossa engenharia de desenvolvimento”, explica.

 

Esta é a primeira vez que a Lakatos, antiga Eletro-Forming, participa de um evento internacional com o novo posicionamento de marca. Segundo o diretor da empresa, Roberto Lakatos, esta será uma ótima oportunidade de reafirmar o nome no mercado. “É importante para consolidarmos nossa marca comercial como um dos players importantes na fabricação de máquinas, molde e soluções em termoformagem”, explica.

 

Já a Mecalor é a única empresa brasileira do segmento de refrigeração a participar do evento. “Os nossos produtos têm recebido uma excelente aceitação em mercados exigentes, como o europeu e o norte-americano, o que tem motivado cada vez mais a expansão da atuação da empresa pelo mundo”, conclui o diretor comercial Marcelo Zimmaro.  

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Apex-Brasil coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o Brasil com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1945, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br.

Sobre o Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico. O BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias dos mais diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com.

03/10/2019

Extemin: expectativas de negócios da delegação brasileira para o próximo ano devem gerar US$ 2.5 milhões

O evento reuniu os maiores nomes do setor de mineração da América Latina.

Seis empresas brasileiras do setor de máquinas e equipamentos participaram da feira Extemin com o apoio do Programa Brazil Machinery Solutions. O evento aconteceu entre os dias 16 e 20 de setembro, na cidade de Arequipa, no Peru,  e reuniu os principais players do mercado de mineração da América Latina e do mundo. 

Esta foi a quarta vez consecutiva que fabricantes do setor brasileiro participaram da feira com o apoio do Programa. Durante os cinco dias, as empresas nacionais realizaram US$ 840 mil em negócios. As expectativas para os próximos 12 meses é de que as negociações pós-evento gerem  US$ 2,5 milhões adicionais para as empresas participantes.

A Extemin acontece a cada dois anos e é uma das principais feiras do setor mineração. Esta edição contou com 1.400 expositores, organizados em sete pavilhões. Além de fechar e prospectar negócios, os empresários brasileiros realizaram 111 novos contatos com compradores internacionais que visitaram o evento, de mercados como Peru, Chile, Brasil, República Tcheca, Colômbia e Bolívia.

O Peru está entre os 10 principais mercados que compram máquinas e equipamentos para mineração do Brasil. Só no primeiro semestre de 2019, as relações comerciais com o país vizinho foram responsáveis por movimentar mais de US$ 12,6 milhões em exportações. Estas registraram um aumento de 27% em relação ao primeiro semestre de 2018.

Para Patrícia Gomes, diretora executiva de mercado externo da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e gerente do Brazil Machinery Solutions (BMS), a presença em eventos com grande visibilidade internacional é importante para firmar o posicionamento das empresas brasileiras como exportadoras. “A Extemin é um bom exemplo. Um evento, no qual apoiamos há quatro edições as fabricantes nacionais. Neste ano, não só a delegação brasileira obteve bons resultados como continuou conquistando espaço junto aos compradores internacionais do setor de mineração” , finaliza.  

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações http://www.apexbrasil.com.br.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1945, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

17/09/2019

Empresas brasileiras participarão da Missão Empresarial Oil & Gas, na Argentina

A ação tem como público-alvo fabricantes de máquinas e equipamentos com aplicações na área naval, offshore e onshore

Entre os dias 23 e 26 de setembro, acontecerá a Missão Comercial Oil & Gas. A viagem de negócios tem como destino Buenos Aires e Neuquén, na Argentina, e será voltada para fabricantes de máquinas e equipamentos focadas nos segmentos de naval, offshore e onshore. A ação é realizada pelo Brazil Machinery Solutions (BMS) – fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) – e conta com o apoio da Embaixada do Brasil em Buenos Aires.

Na capital da Argentina, a programação contará com uma rodada de negócios entre empresas brasileiras e potenciais compradores/distribuidores locais e encontros com entidades setoriais. Além disso, os empresários vão conferir a feira Argentina Oil & Gas Expo 2019. Em Neuquén, a agenda conta com a previsão de uma visita técnica ao campo da Jazida de Vaca Muerta.

Missão Empresarial Oil & Gas é a primeira iniciativa do Brazil Machinery Solutions para o setor, vertical entrante no Convênio 2018-2020, e visa o fortalecimento das relações comerciais entre o Brasil e a Argentina, além do incremento das exportações e identificação de oportunidades para as empresas brasileiras no país. 

Em 2018, a Argentina foi o segundo principal comprador de equipamentos e máquinas brasileiras, correspondendo a 10% de todas as exportações nacionais, atingindo mais de US$ 990 milhões. Do valor total das exportações no ano passado, a Câmara Setorial de Equipamentos Navais e de Offshore foi responsável por levantar mais de US$ 724.600 milhões. 

“A Argentina é um dos nossos principais parceiros comerciais. Para as empresas que desejam abrir portas no mercado internacional, participar de uma missão como esta é uma oportunidade para prospectar negócios junto a compradores locais. Além das possíveis parcerias, os produtores brasileiros irão conhecer a região da Vaca Muerta, uma das maiores jazidas de óleo e gás da América Latina”, conta Patrícia Gomes, diretora executiva de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS.

Confira a relação das empresas brasileiras de delegação da missão: 

Apolo Tubulars S.A.

Engemasa PSE Compressores LTDA

Flutrol LTDA

Kelvion Intercambiadores LTDA

NEA Group

Promarking 

Industrias ROMI SA

Strauhs

Tecvix-DI

Trelleborg Sealing Solutions

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Mais informações http://www.apexbrasil.com.br.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: http://www.abimaq.org.br.

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico de forma sustentável, com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: https://www.brazilmachinery.com.

03/01/2019

Indústria brasileira do setor têxtil participa da Colombiatex 2019

Fabricantes brasileiras de máquinas e acessórios têxteis vão com o Programa BMS para um dos maiores eventos do negócio têxtil da América Latina, em janeiro.

Organizadas pelo Programa Brazil Machinery Solutions, nove fabricantes brasileiras de máquinas e acessórios têxteis farão parte, de 22 a 24 de janeiro, da Colombiatex 2019, que acontecerá em Medelin, na Colômbia. O Programa BMS é resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), que tem como objetivo estimular as exportações brasileiras do setor. A Colombiatex é um dos principais eventos do setor têxtil da América Latina – reúne  negócios, moda e tecnologia, recebe compradores de mais de 40 países e expositores de todas as Américas.

Em 2019, o Pavilhão do Brasil na feira repetirá a parceria de sucesso realizada na edição anterior, reunindo fabricantes de máquinas e acessórios têxteis, organizadas pelo Programa BMS, com empresas convidadas pelo Texbrasil, projeto setorial voltado para exportação da indústria têxtil e da moda, estabelecido entre a Apex-Brasil e a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT). Soma-se a essa parceria o Serviço Nacional de Aprendizado Industrial – SENAI CETIQT (RJ) e o SENAI BRÁS (SP) – juntos apresentarão a grande inovação da indústria 4.0, desta vez no processo de produção têxtil.

Parceria: Indústria 4.0 na confecção

A ABIMAQ, por meio de seu Programa BMS; a ABIT, com o Programa Texbrasil; e o SENAI, por meio de sua Unidade Brás e da Unidade Rio de Janeiro unem-se para apresentar na Colombiatex 2019 a Planta de Confecção 4.0. Trata-se de uma inovação pela qual o consumo, a produção e a entrega de produtos de moda são quase 100% automatizados em função de novas tecnologias.

Com a planta apresentada durante o evento, será demonstrada na prática o conceito de utilização de dados e inteligência artificial para a produção totalmente automatizada, por meio de sensores que monitoram todos os processos em um exemplo de conectividade e integração. A Audaces, empresa de automação industrial para a indústria têxtil, que estará com o Programa BMS no Pavilhão de Máquinas, disponibilizará sensores e software para a realização de uma experiência interativa, por meio da qual será utilizado um espelho virtual. Os visitantes também serão convidados aa visitarem virtualmente as plantas de unidades do SENAI no Brasil.

Máquinas e equipamentos na Colombiatex

Entre as nove empresas do setor de máquinas e equipamentos que estarão nesta edição da Colombiatex apenas uma não participou da edição anterior, ocorrida em janeiro de 2018, o que demonstra a confiança das empresas neste evento. À época, as empresas participantes registraram US$ 3.062 milhões, entre negócios imediatos e futuros para os doze meses seguintes, que corresponde a um crescimento de 22% em relação à edição de 2017. O Pavilhão Brasil recebeu importadores de vários países e as vendas e prospecções realizadas foram estabelecidas com compradores da Bolívia, Colômbia, Costa Rica, EUA, Equador, México, Peru, República Dominicana, Turquia e Venezuela.

De acordo com a diretora executiva da Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, o Brasil tem sido referência no setor de máquinas e acessórios voltados para a indústria têxtil na América Latina, em função da qualidade, tecnologia e competitividade apresentadas. “Entre janeiro e novembro deste ano, as exportações do nosso setor para os países latino-americanos atingiram US$ 24.3 milhões, o correpondente a mais de  10% do que o registrado no mesmo período de 2017, que chegaram a US$ 22 milhões ”, ressalta.

 

Empresas organizadas pelo Programa BMS que estarão na Colombiatex 2019

  • AUDACES AUTOMAÇÃO E INFORMÁTICA INDUSTRIAL LTDA
  • AVANÇO S/A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS
  • CASTILHO MÁQUINAS TÊXTEIS LTDA
  • CENSI MÁQUINAS LTDA.
  • COMELATO RONCATO CIA. LTDA.
  • DELTA IND. COM. EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS LTDA
  • INARMEG IND.ARTEFATOS DE METAIS GUTZ LTDA.
  • SOCIO TEC IND E COM DE MAQ E EQUIP LTDA
  • WEKO AMÉRICA LATINA EQUIP. INDLS. LTDA.

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Apex-Brasil coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o Brasil com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país. Mais informações www.apexbrasil.com.br .

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br .

Sobre o Programa BrazilMachinerySolutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com .

 

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui

Tel: +55 (11) 5582-5758 – e-mail: bmspress@abimaq.org.br

27/11/2018

Fabricantes brasileiras de máquinas e implementos agrícolas registram US$ 3.7 milhões em negócios na EIMA 2018, na Itália.

A Feira Internacional de Mecanização Agrícola, realizada em Bolonha, recebeu oito empresas brasileiras, organizadas pelo Programa Brazil Machinery Solutions.

A experiência foi bastante positiva para as oito fabricantes brasileiras de máquinas e implementos agrícolas que participaram da Feira Internacional de Mecanização Agrícola – EIMA 2018, ocorrida entre os dias 07 a 11 de novembro, em Bolonha, na Itália. Foram registrados negócios na ordem de US$ 3.73 milhões, entre vendas diretas e previstas para os próximos doze meses. A presença brasileira no evento foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos Agrícolas (ABIMAQ).

A EIMA é um dos mais importantes eventos do setor na Europa, que oferece oportunidades de exposição, vendas e prospecções com visitantes de diferentes países de vários continentes. Visitaram o pavilhão brasileiro compradores da Alemanha, Austrália, Áustria, Egito, Etiópia, EUA, França, Gana, Hungria, Inglaterra, Marrocos, Portugal, Quênia, Sérvia, Tailândia, Uzbequistão e Ucrânia.

Grande parte dos negócios no evento foi fechada pelas empresas brasileiras com países europeus. De acordo com a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, o mercado europeu tem sido muito relevante para o setor. “As exportações brasileiras de máquinas e equipamentos para o continente europeu, a partir de uma análise de 44 países,  apresentam considerável crescimento: em 2016, registram US$ 1.46 bilhão;  no ano seguinte, as vendas atingiram US$ 1.71 bilhão, aumento de 17%. Já em 2018, as exportações no período de janeiro a agosto para aqueles países já computam US$ 1.5 bilhão, incremento de 59% comparado ao montante acumulado no mesmo período de 2017”, destaca.

A diretora explica que quando as comparações são feitas no âmbito da União Europeia, num total de 28 países, os resultados são ainda mais animadores. “As exportações de máquinas e equipamentos para países da UE de janeiro a agosto de 2018 registraram US$ 1.46 bilhão, o que significa um crescimento de 67% em relação às realizadas no mesmo período do ano passado, quando chegaram a US$ 873 milhões”. Para o segmento específico de máquinas e implementos agrícolas, o crescimento foi de 3%  nos oito primeiros meses do ano: US$ 12.9 milhões em 2018 contra US$ 12.6 milhões de janeiro a agosto de 2017. “Mas a Itália, por exemplo, que nos recebeu para a EIMA, assinala um incremento no valor de suas importações nesse segmento de 57% – são US$ 2 milhões acumulados de janeiro a agosto deste ano contra US$ 1.27 milhão registrados no mesmo período do ano anterior”, ressalta a diretora.

Fabricantes brasileiras que estiveram na EIMA 2018 com o Programa BMS

– AEMCO Transmissões

– Contrame Componentes

– Indústria de Implementos Agrícolas Vence Tudo Ltda.

– Indústrias Reunidas Colombo Ltda.

– Metalúrgica Tuzzi Ltda.

– Menta Máquinas Agrícolas Ltda.

– Metisa Metalúrgica Tiboense S/A.

– NB Máquinas Ltda. (Nogueira)

 

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos
(Apex-Brasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Para mais informações, acesse:  www.apexbrasil.com.br

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa fomentar as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, pelo desenvolvimento sustentável no processo de internacionalização das empresas do setor, atualmente o segundo maior exportador de manufaturados do Brasil. O BMS possui cerca de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

 

 

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui

Tel+55 (11) 5582-5758 – E-mail: bmspress@abimaq.org.br

10/10/2018

Fabricantes de máquinas e equipamentos movimentam cerca de US$ 20 milhões na Colombiaplast

A participação da indústria brasileira de máquinas e equipamentos na Colombiaplast 2018 – a maior feira dos setores de plástico, borracha e petroquímica da América Latina – atingiu US$ 19,940 milhões, entre negócios fechados e prospecções para os próximos 12 meses. Esse resultado significa um crescimento de 31,8% na comparação com os números obtidos na edição anterior do evento, em 2016, quando foram registrados US$ 13,390 milhões. As vendas imediatas e os negócios futuros foram feitos com compradores da Colômbia, Chile, Equador, Panamá, Peru, México, República Dominicana e Venezuela.

Foram 22 empresas que, entre os dias 24 e 28 de setembro, apresentaram ao mercado latino-americano  soluções tecnológicas e inovações para o setor. A participação brasileira no evento, que foi realizado no Centro Internacional de Negócios e Exposições – Corferias, em Bogotá – Colômbia, foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

O Brasil é hoje o quarto maior parceiro comercial da Colômbia. De acordo com a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a Colômbia figura como o 11º. principal mercado de exportações brasileiras de máquinas e equipamentos.  De acordo com a executiva, as expectativas para aquele mercado são boas. “De janeiro a julho de 2018, já houve um crescimento de 12,41%, nas exportações do setor para a Colômbia. Foram US$ 140,7 milhões nos primeiros meses deste ano, contra US$ 125,2 milhões registrados no mesmo período do ano passado”, informa a diretora.

Empresas brasileiras no pavilhão do Programa BMS na Colombiaplast 2018
•    A.CARNEVALLI & CIA LTDA
•    BOY SERVICE IND.COM.MÁQUINAS LTDA.
•    BRANQS AUTOMAÇÃO LTDA.ME
•    CARTON ACESS LTDA.
•    ELETRO-FORMING EQUIPAMENTOS EMBALAGENS LTDA.
•    ELETROTHERMO COM.IND. LTDA
•    FEVA – MÁQUINAS FERDINAND VADERS S.A.
•    IGW IND.COM. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
•    KROMIA LABEL PRESS
•    LASERFLEX MATRIZES GRÁFICAS LTDA.
•    LS CONTROL AUTOMAÇÃO E SOLDA EM TERMOPLÁSTICO
•    MECALOR SOLUÇÕES EM ENGENHARIA TÉRMICA LTDA
•    MEGA STEEL INDÚSTRIA MECÂNICA EIRELI
•    MP MÁQUINAPACK MÁQ. IND. EMBALAGENS LTDA.
•    MULTI PACK PLAS IND. COM. MÁQUINAS LTDA.
•    PRONATEC EQUIPAMENTOS IND.COM.LTDA.
•    SEC POWER IND.COM.MAQ.EQUIP. SERVIÇOS LTDA.
•    SEIBT MAQUINAS PARA PLASTICOS LTDA.
•    REINOS IND.COM.LTDA. (REINAFLEX)
•    RULLI STANDARD IND E COM DE MAQUINAS LTDA
•    VICOFLEX SOLUÇÕES INDUSTRIAIS
•    WALMAK IND. MÁQUINAS LTDA.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa fomentar as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, pelo desenvolvimento sustentável no processo de internacionalização das empresas do setor, atualmente o segundo maior exportador de manufaturados do Brasil. O BMS possui cerca de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui  e Vanessa Meriqui
Tel: +55 (11) 5582-5758 – E-mail: bmspress@abimaq.org.br

09/10/2018

Fabricantes de máquinas e equipamentos movimentam cerca de US$ 23 milhões na Colômbia

Foi bastante positivo o balanço que as 31 fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos trouxeram da Colômbia, ao encerrarem sua participação na Feira Internacional de Bogotá – FIB 2018 e na Colombiaplast 2018, ambas realizadas em Bogotá, de 24 a 28 de setembro. Foram US$ 23 milhões entre negócios fechados e prospecções para os próximos 12 meses, centenas de contatos com importadores e mais uma possibilidade de consolidar o Brasil como importante exportador de máquinas e equipamentos para aquele mercado.

A participação brasileira nos dois eventos, que ocorreram no Centro Internacional de Negócios e Exposições – Corferias, em Bogotá – Colômbia, foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

Na Colombiaplast 2018 – uma das mais importantes feiras dos setores de plástico, borracha e petroquímica da América Latina, as 22 empresas participantes registraram US$ 19,940 milhões, entre negócios fechados e prospecções para os próximos doze meses. As vendas imediatas e os negócios futuros foram feitos com compradores da Colômbia, Chile, Equador, Panamá, Peru, México, República Dominicana e Venezuela.

Já as nove empresas que marcaram presença no Pavilhão do Programa BMS na 32ª Feira Internacional de Bogotá – FIB 2018, fabricantes de máquinas e equipamentos para setores como de mineração, de bombas, geradores, transmissão mecânica, máquinas-ferramenta, entre outros, levaram sua tecnologia para o evento multissetorial, considerado como a mais importante oportunidade de intercâmbio de novas tecnologias aplicadas às indústrias produtivas do continente. As vendas imediatas e prospecções para os próximos 12 meses atingiram US$ 3,323 milhões.

O Brasil é hoje o quarto maior parceiro comercial da Colômbia. De acordo com a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a Colômbia figura como o 11º principal mercado de exportações brasileiras de máquinas e equipamentos.  De acordo com a executiva, as expectativas para aquele mercado são boas. “De janeiro a julho de 2018, já houve um crescimento de 12,41%, nas exportações do setor para a Colômbia. Foram US$ 140,7 milhões nos primeiros meses deste ano, contra US$ 125,2 milhões registrados no mesmo período do ano passado”, informa a diretora.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa fomentar as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, pelo desenvolvimento sustentável no processo de internacionalização das empresas do setor, atualmente o segundo maior exportador de manufaturados do Brasil. O BMS possui cerca de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui  e Vanessa Meriqui
Tel: +55 (11) 5582-5758 – E-mail: bmspress@abimaq.org.br

24/09/2018

Colombiaplast 2018: fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos estarão em Bogotá

Em setembro, a indústria brasileira de máquinas e equipamentos apresentará ao mercado latino-americano suas inovações e soluções tecnológicas para a indústria do plástico. Será na Colombiaplast 2018, a ser realizada entre os dias 24 e 28, no Centro Internacional de Negócios e Exposições – Corferias, em Bogotá – Colômbia.

A participação brasileira no evento, que sempre acontece simultaneamente à Feira Internacional de Bogotá – FIB, está sendo organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

Serão 22 empresas presentes no pavilhão 11-16 da Corferias, cinco a mais do que na edição anterior, realizada há dois anos. Entre estas, diversas fabricantes participaram da Colombiaplast 2016, quando foram registrados negócios na ordem de US$ 13.4 milhões, entre transações realizadas e futuras para os 12 meses seguintes, com compradores da Colômbia, Chile, Equador, Panamá, Peru, México, República Dominicana e Venezuela.

O Brasil é hoje o quarto maior parceiro comercial da Colômbia. De acordo com a diretora de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a Colômbia figura como o 11º. principal mercado de exportações brasileiras de máquinas e equipamentos. “Respondemos por 9,14% das importações colombianas em 2017, com US$ 229 milhões em vendas para aquele país, o correspondente a um crescimento de 8,57% em relação a 2016”, explica a executiva.

Segundo a diretora, de janeiro a julho de 2018, já houve um crescimento de 12,41%, nas exportações do setor para aquele país. Foram US$ 140.7 milhões nos primeiros meses deste ano, contra US$ 125.2 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

Empresas brasileiras no pavilhão do Programa BMS na Colombiaplast 2018
•    A.CARNEVALLI & CIA LTDA
•    BOY SERVICE IND.COM.MÁQUINAS LTDA.
•    BRANQS AUTOMAÇÃO LTDA.ME
•    CARTON ACESS LTDA.
•    ELETRO-FORMING EQUIPAMENTOS EMBALAGENS LTDA.
•    ELETROTHERMO COM.IND. LTDA
•    FEVA – MÁQUINAS FERDINAND VADERS S.A.
•    IGW IND.COM. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
•    KROMIA LABEL PRESS
•    LASERFLEX MATRIZES GRÁFICAS LTDA.
•    LS CONTROL AUTOMAÇÃO E SOLDA EM TERMOPLÁSTICO
•    MECALOR SOLUÇÕES EM ENGENHARIA TÉRMICA LTDA
•    MEGA STEEL INDÚSTRIA MECÂNICA EIRELI
•    MP MÁQUINAPACK MÁQ. IND. EMBALAGENS LTDA.
•    MULTI PACK PLAS IND. COM. MÁQUINAS LTDA.
•    PRONATEC EQUIPAMENTOS IND.COM.LTDA.
•    SEC POWER IND.COM.MAQ.EQUIP. SERVIÇOS LTDA.
•    SEIBT MAQUINAS PARA PLASTICOS LTDA.
•    REINOS IND.COM.LTDA. (REINAFLEX)
•    RULLI STANDARD IND E COM DE MAQUINAS LTDA
•    VICOFLEX SOLUÇÕES INDUSTRIAIS
•    WALMAK IND. MÁQUINAS LTDA.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa fomentar as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, pelo desenvolvimento sustentável no processo de internacionalização das empresas do setor, atualmente o segundo maior exportador de manufaturados do Brasil. O BMS possui cerca de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui  e Vanessa Meriqui
Tel: +55 (11) 5582-5758 – E-mail: bmspress@abimaq.org.br

20/09/2018

Indústria brasileira de máquinas e equipamentos leva tecnologia para FIB 2018

A 32ª Feira Internacional de Bogotá – FIB 2018, que acontecerá entre os dias 24 e 28 de setembro, contará com nove fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos. O evento multissetorial, considerado como a mais importante oportunidade de intercâmbio de novas tecnologias aplicadas às indústrias produtivas do continente, será realizado no Centro Internacional de Negócios e Exposições de Bogotá – Corferias. O Programa Brazil Machinery Solutions, que organizou a presença brasileira na FIB 2018, é resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

O Pavilhão do BMS abrigará fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos para setores como de mineração, de bombas, geradores, transmissão mecânica, máquinas-ferramenta, entre outros.  A expectativa é atingir resultados como na última edição da FIB, ocorrida em 2016, em negociações realizadas com compradores oriundos de países como Colômbia, Equador, Chile, Guatemala, Venezuela, Peru, Costa Rica e Panamá, quando foram registrados negócios fechados e futuros para os doze meses seguintes na ordem de US$ 11 milhões.

O Brasil é hoje o quarto maior parceiro comercial da Colômbia. De acordo com a diretora de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a Colômbia figura como o 11º. principal mercado de exportações brasileiras de máquinas e equipamentos. “Respondemos por 9,14% das importações colombianas em 2017, com US$ 229 milhões em vendas para aquele país, o correspondente a um crescimento de 8,57% em relação a 2016”, explica a executiva.

Segundo a diretora, de janeiro a julho de 2018, já houve um crescimento de 12,41%, nas exportações do setor para aquele país. Foram US$ 140.7 milhões entre os meses de janeiro a julho deste ano, contra US$ 125.2 milhões registrados no mesmo período do ano passado.  Os três segmentos que mais exportaram para a Colômbia foram os de projetos e equipamentos pesados, com US$ 32.4 milhões, representando 23% de participação nas exportações do setor, seguido de máquinas rodoviárias, com US$ 21.9 milhões e 16% de participação, e máquinas e implementos agrícolas, com US$ 21.7 milhões e 15% de participação nas vendas para a Colômbia.

Empresas que participarão com o Programa BMS da FIB 2018

  • Arvos Brasil Equipamentos Ltda.
  • Engecer Lda.
  • Fundimazza Microfusão de Aços
  • Kampmann do Brasil Ltda.
  • Netzschdo Brasil Ltda.
  • Prensa Jundiaí S.A.
  • Schulz Compressores Ltda.
  • Thermoval Indústria de Válvulas Ltda.
  • Wagner Lennartz do Brasil Ltda.

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Para mais informações, acesse: www.apexbrasil.com.br

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa fomentar as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, pelo desenvolvimento sustentável no processo de internacionalização das empresas do setor, atualmente o segundo maior exportador de manufaturados do Brasil. O BMS possui cerca de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

 

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui e Vanessa Meriqui

Tel: +55 (11) 5582-5758 – E-mail: bmspress@abimaq.org.br

Setembro/2018

13/08/2018

Indústria brasileira de máquinas e equipamentos para mineração participa da Expomina 2018

Entre os dias 12 a 14 de setembro, sete fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos para a indústria da mineração participarão da Expomina Peru 2018. A participação do setor no evento é inédita e foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

De acordo com a diretora de mercado externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a Expomina se configura como oportunidade para a realização de negócios, bem como de prospecção e fortalecimento da presença de nossa indústria no mercado peruano de mineração.  Além disso, segundo ela, a previsão de crescimento econômico de 4,53% ao ano, um ambiente de negócios estável e uma taxa de investimento superior a 23% do PIB colocam o Peru como um dos mercados prioritários para o Brazil Machinery Solutions. “O Peru é o quarto maior importador de máquinas e equipamentos brasileiros para a indústria mineradora, com 8,8% de participação nas nossas exportações, ficando atrás apenas dos EUA, Chile e Argentina”, afirma a executiva.

As fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos estarão ao lado da área da Associação Nacional de Implementos Rodoviários (ANFIR), outro Projeto Setorial realizado em parceria com a Apex-Brasil, o que confirma o interesse de outros setores do Brasil naquele mercado.

A Expomina integra o calendário do BMS para fortalecer a presença no mercado peruano, já que participa também da Extemin, que acontece a cada dois anos e cuja última edição, em setembro de 2017, propiciou vendas e negócios futuros para os 12 meses seguintes na ordem de US$ 10 milhões, com compradores da Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, EUA, Panamá e Peru.

Empresas organizadas pelo Programa BMS que participarão da Expomina 2018
Henfel Indústria Metalúrgica Ltda.
Icon Máquinas e Equipamentos S/A.
Neuman & Esser América do Sul Ltda.
Steinert Latinoamericana Tecnologia de Separação Ltda.
TKA Guindastes Indústria e Comércio Ltda.
Utilinox Comércio e Indústria Ltda. (Fechometal)
Zollern Transmissões Mecânicas Ltda.

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar pelo fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias politicas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico. O BMS possui atualmente mais de 300 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui
Tel: +55 (11) 5582-5758 –  e-mail: bmspress@abimaq.org.br

13/06/2018

Programa BMS e empresas brasileiras estarão na Argenplas 2018

De 11 a 14 de junho, 18 empresas brasileiras fabricantes de máquinas e equipamentos para a indústria transformadora do plástico estarão na Argentina, marcando presença no mais importante evento do país voltado para o setor. A feira é realizada a cada dois anos e conta com a visita de profissionais de todos os países vizinhos de língua espanhola. Com o tema: Con plástico, la inovacion y el futuro son sustentables, a Argenplás contará com congresso, workshops e debates sobre toda a cadeia produtiva dessa indústria. A participação brasileira foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), que visa a promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos e o fortalecimento da imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico.

A Argentina é o principal destino de exportações brasileiras de máquinas e equipamentos voltados para a cadeia transformadora do plástico: o país absorveu 17% de nossas exportações no último ano. Com as importações de máquinas brasileiras atingindo  US$ 9,2 milhões em 2017 o mercado argentino apresentou um robusto crescimento de 22% em comparação a 2016. No acumulado de janeiro a maio de 2018 os resultados são ainda mais expressivos para nossas empresas, as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos para o setor plástico com destino ao mercado argentino atingiram US$ 4,1 milhões um crescimento de 51,15% frente aos US$ 2,7 milhões realizados no mesmo período de 2017.

De acordo com a diretora da Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, o Programa tem priorizado eventos que possibilitem negócios e o estabelecimento de uma rede de contatos com importadores e distribuidores, para que empresas cada vez mais busquem sua inserção no mercado internacional. “O processo de internacionalização da indústria de máquinas e equipamentos para esse setor vem se consolidando ano a ano e bons resultados em um evento do porte da Argenplas fazem com que nossas empresas se sintam seguras para investir em sua vocação exportadora”, ressalta a executiva.

EMPRESAS BRASILEIRAS EXPOSITORAS COM O PROGRAMA BMS

A.CARNEVALLI & CIA LTDA
BOY SERVICE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS LTDA. EPP
BRANQS AUTOMAÇÃO LTDA – ME
CARTON ACCESS LTDA. EPP
DELGO METALÚRGICA LTDA
LASERFLEX MATRIZES GRÁFICAS LTDA
MÁQUINAS FERDINAND VADERS S/A
MECALOR SOLUÇÕES EM ENGENHARIA TÉRMICA LTDA
MEGA STEEL INDÚSTRIA MECÂNICA EIRELI
MH INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ESPECIAIS EIRELI
MINEMATSU INDÚSTRIA E COMÉRCIO MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA
PAVAN ZANETTI INDÚSTRIA METALÚRGICA LTDA
PIOVAN DO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
POLIMÁQUINAS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
REINOS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. (REINAFLEX)
SEC POWER IND. E COM. DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS E SERVICOS LTDA
SEIBT MÁQUINAS PARA PLÁSTICOS LTDA
WALMAK INDÚSTRIA DE MÁQUINAS LTDA

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico. O BMS possui atualmente mais de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar pelo fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Divisão de Mercado Externo
Tábata Silva

Tel:+55 (11) 5582-5755
E-mail: tabata.silva@abimaq.org.br

21/03/2018

Inscrições abertas para Rodada Internacional de Negócios na FEIMEC 2018

O Programa Brazil Machinery Solutions está realizando o cadastramento de empresas brasileiras interessadas em participar da 2ª Rodada Internacional de Negócios, que acontecerá nos dias 25 e 26 de abril como parte da programação da Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos – FEIMEC 2018. Organizada pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), a feira reunirá toda a cadeia de máquinas, equipamentos, peças e ferramentas, de 24 a 28 de abril, no centro de Convenções São Paulo Expo.

A 2ª Rodada Internacional de Negócios prevê reuniões entre empresários brasileiros e estrangeiros. Os encontros contarão com compradores vindos especialmente para este evento de países como África do Sul, Argentina, Chile, México, Peru e Rússia. Do Brasil já são mais de 40 empresas do setor inscritas.

Ao fazer sua inscrição, o fabricante nacional preenche um cadastro onde informa quais são os produtos ofertados, números da empresa entre outros detalhes. A partir desses dados, o Programa BMS faz um cruzamento de informações com empresas estrangeiras e identifica os compradores que têm interesse nos seus produtos. As empresas brasileiras poderão então pré-agendar os encontros, de 30 minutos cada, que acontecem em um espaço exclusivo para a ação, ao longo dos dois dias da Rodada Internacional de Negócios.

A Rodada Internacional é realizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) com o apoio ABIMAQ.  Se a sua empresa tem interesse em reunir-se com compradores estrangeiros, faça o quanto antes o cadastro clicando aqui.

Mais informações pelo email tabata.silva@abimaq.org.br

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br.
Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com.

31/01/2018

Programa BMS leva fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos à IPPE 2018 nos EUA

O Programa Brazil Machinery Solutions organizou a participação de nove fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos na International Production of Processing Expo – IPPE 2018, que está sendo realizada até 01 de fevereiro, em Atlanta, nos EUA. O Programa BMS é fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). A participação brasileira nesta que é considerada uma das maiores feiras mundiais de processamento de carnes e alimento balanceado conta também com a parceria do Consulado Geral do Brasil em Atlanta, por meio de seu Setor de Promoção Comercial (SECOM).

Para esta edição, repetiu-se a parceria firmada no ano passado entre Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) com as associações brasileiras da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e da Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos (Abiquifi), pela qual os dois Projetos Setoriais – Brazil Machinery Solutions e Brazilian Pharma Solutions, criados para estimular as exportações brasileiras de seus respectivos produtos, ocuparão o mesmo espaço. “A reunião dos Programas BMS e BPS neste evento vai possibilitar que empresas brasileiras dos setores de máquinas e equipamentos e de farmacêuticos estejam presentes num único Pavilhão. A participação conjunta é bastante interessante e fortalece os dois setores, já consolidados nesse mercado”, ressalta a responsável pela Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

Na edição passada da IPPE, o BMS esteve presente com cinco empresas. Na deste ano, nove empresas estão viajando com o Programa para o evento, sendo duas delas pela primeira vez nesta feira. A IPPE 2018 deve reunir mais de 1.300 expositores de 150 países e receber 30 mil visitantes em Atlanta.

 

Empresas organizadas pelo Programa BMS que estarão presentes na IPPE 2018

• Carlos Becker Metalúrgica Industrial Ltda.

• Farenzena Serralheria e Ferragens Ltda.

• Ferraz Máquinas e Engenharia Ltda.

• Fluxo Eletrônica Industrial Ltda.

• High Tech Equipamentos Industriais Ltda.

• MBS Indústria de Máquinas e Equipamentos Ltda.

• Plasmetal Tecnologia Industrial Ltda.

• Tecmaes Tecnologia De Máquinas Especiais Ltda.

• Usitec Peças e Serviços Ltda (Triel-HT)

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br .

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com .

 

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui

Tel: +55 (11) 5582-5758 – e-mail: julia.meriqui@brazilmachinery.com

12/01/2018

Indústria brasileira de máquinas e acessórios têxteis participará da Colombiatex 2018

Nove fabricantes brasileiras de máquinas e acessórios têxteis farão parte, de 23 a 25 de janeiro, da Colombiatex 2018, que acontecerá em Medelín, na Colômbia. Em sua 30ª edição, a feira terá o Brasil como país convidado para este que é considerado um dos principais eventos do setor têxtil da América Latina. A participação dessas empresas brasileiras na feira é organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

Repetindo a parceria de sucesso iniciada na edição passada, também em 2018 a Colombiatex contará com o Pavilhão do Brasil no qual, além das fabricantes organizadas pelo Programa BMS, estarão outras empresas, advindas de dois outros projetos voltados para exportações, estabelecidos junto à Apex-Brasil e entidades setoriais: o Texbrasil, programa da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT); e o By Brasil, correspondente à Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal). O Pavilhão deverá receber compradores de mais de 40 países.

Na última edição do evento, ocorrida em janeiro de 2017, o Programa BMS organizou a presença de sete empresas brasileiras do setor, que registraram negócios imediatos e futuros para os doze meses seguintes na ordem de cerca de US$ 2.5 milhões. As vendas e prospecções foram realizadas com compradores oriundos de países como Bolívia, Colômbia, El Salvador, Equador, Guatemala, Peru, República Dominicana e Venezuela. “Das sete empresas presentes na edição passada, seis retornam para a próxima edição, o que reflete a confiança no evento e a segurança no interesse do mercado latino-americano em nossas máquinas e acessórios”, explica a responsável pela Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes.

De acordo com a executiva, o Brasil tem sido referência no setor de máquinas e acessórios voltados para a indústria têxtil na América Latina, em função da qualidade, tecnologia e competitividade apresentadas.  “Até novembro de 2017, o mercado latino-americano absorveu 43% das exportações brasileiras do setor, com um total de US$ 22 milhões em importações”. Em 2016, nossas exportações para esse mercado atingiram US$ 25,8 milhões em vendas, o que representou 46% das exportações brasileiras do setor”, ressalta.

Empresas organizadas pelo Programa BMS que estarão na Colombiatex 2018

•    AUDACES AUTOMAÇÃO E INFORMÁTICA INDUSTRIAL LTDA
•    AVANÇO S/A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS
•    CASTILHO MÁQUINAS TÊXTEIS LTDA
•    COMELATO RONCATO 7 CIA. LTDA.
•    DELTA IND. COM. EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS LTDA
•    INARMEG IND. ARTEFATOS DE METAIS GUTZ LTDA.
•    SOCIO TEC IND E COM DE MAQ E EQUIP LTDA
•    VIRTUAL LOOM SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA LTDA.
•    WEKO AMÉRICA LATINA EQUIP. INDLS. LTDA.

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Apex-Brasil coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o Brasil com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país. Mais informações www.apexbrasil.com.br

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre o Programa BrazilMachinerySolutions – Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente mais de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui
Tel: +55 (11) 5582-5758 – e-mail: julia.meriqui@brazilmachinery.com

07/12/2017

Agritechnica 2017: empresas brasileiras realizam negócios na ordem de US$ 20 milhões

Dez fabricantes brasileiras de máquinas para o setor agropecuário participaram da maior feira de tecnologia agrícola do mundo: a Agritechnica 2017.  Entre negócios fechados e futuros para os próximos dozes meses, as empresas brasileiras atingiram cerca de US$ 20 milhões.  A participação brasileira foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), que visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos e o fortalecimento da imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico.

O evento, que é bienal, foi realizado de 12 a 18 de novembro, em Hannover, na Alemanha, e reuniu expositores de mais de 50 países, que receberam 500 mil visitantes e compradores de todos os continentes. As negociações brasileiras ocorreram com importadores da África do Sul, Alemanha, Angola, Áustria, Bulgária, Cazaquistão, China, Costa Rica, EUA, França, Finlândia, Holanda, Índia, Jordânia, Polônia, Portugal, Romênia, Rússia, Senegal, Suécia, Tunísia e Ucrânia.

De acordo com a responsável pela Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, o Programa BMS tem priorizado eventos que possibilitem negócios e fortalecimento de uma rede de contatos com importadores, para que empresas cada vez mais busquem sua inserção no mercado internacional. “O processo de internacionalização da indústria de máquinas e equipamentos para esse setor vem se consolidando ano a ano e bons resultados em um evento do porte da Agritechnica fazem com que nossas empresas se sintam seguras para investir em sua vocação exportadora”, ressalta.

Empresas que estiveram com o Programa BMS na Agritechnica 2017:

 

– CARLOS BECKER METALÚRGICA INDUSTRIAL LTDA

– FOCKINK INDÚSTRIAS ELÉTRICAS LTDA

– IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS JAN S/A

– INDÚSTRIA DE IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS VENCE TUDO LTDA

– INDÚSTRIAS REUNIDAS COLOMBO LTDA

– JF MÁQUINAS AGRÍCOLAS LTDA.

– KEPLER WEBER INDUSTRIAL S/A

– METALÚRGICA TUZZI LTDA

– MOVIX IND. EQUIPAMENTOS PARA MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS LTDA.

– STARA S/A. INDÚSTRIA DE IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS

 

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Para mais informações, acesse: www.apexbrasil.com.br

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar pelo fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: WWW.abimaq.org.br

 

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico. O BMS possui atualmente mais de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

 

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui

Tel: +55 (11) 5582-5758 –  e-mail julia.meriqui@abimaq.org.br

17/11/2017

Plastimagen 2017: indústria brasileira registra US$ 14 milhões em negócios

A Plastimagen 2017, realizada no México, de 07 a 10 de novembro, contou com um pavilhão brasileiro onde estiveram presentes 11 fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos voltados para a indústria transformadora do plástico. O resultado reafirma a posição exportadora do Brasil para aquela região – as fabricantes registraram US$ 14.1 milhões, entre negócios fechados e futuros para os próximos doze meses seguintes ao evento. As vendas diretas, ou seja, realizadas durante a feira, cresceram 94% em comparação à edição anterior do evento: foram fechados negócios na ordem de US$ 4.6 contra US$ 2.4 milhões no ano passado.

Organizadas pelo Programa Brazil Machinery Solutions resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), as empresas que participantes do evento fizeram mais de 300 contatos e prospecções, em sua maioria com compradores diretos, de países como EUA, México, Argentina, Chile, Costa Rica, Equador, Nicarágua, Guatemala, Honduras e República Dominicana.

De acordo com a responsável pela Divisão de Comércio Exterior da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a participação brasileira nesta edição da Plastimagen reafirmou a posição do País como fornecedor de máquinas e equipamentos para os países tradicionalmente presentes a esse evento. “Este ano, mesmo participando com duas empresas a menos que na edição passada, atingimos os mesmos resultados, o que representa crescimento na média por empresa, sem contar o crescimento significativo de vendas imediatas”, explica a executiva. Em 2016, o México foi o segundo principal destino de máquinas e equipamentos brasileiros para a indústria do plástico, com exportações que acumularam US$ 7.9 milhões no ano, um crescimento de 33% em relação a 2015, quando foram registradas vendas de US$ 5.3 milhões no período.

Empresas presentes no Pavilhão do Programa BMS na Plastimagen 2017
A.CARNEVALLI & CIA LTDA
ELETRO-FORMING EQUIPAMENTOS PARA EMBALAGENS LTDA
LGMT EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS LTDA
MECALOR SOLUÇÕES EM ENGENHARIA TÉRMICA LTDA
MEGA STEEL INDÚSTRIA MECÂNICA EIRELI
MH INDÚSTRIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ESPECIAIS EIRELI
MULTI PACK PLAS INDÚSTRIA COM. MÁQUINAS LTDA.EPP
POLIMÁQUINAS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
RULLI STANDARD IND.COM. MÁQUINAS LTDA
SEIBT MÁQUINAS PARA PLÁSTICOS LTDA
VEMAX MAQUINAS S.A

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar pelo fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias politicas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico. O BMS possui atualmente mais de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui
Tel: +55 (11) 5582-5758 –  e-mail julia.meriqui@abimaq.org.br

08/11/2017

Programa BMS leva 17 empresas brasileiras para Andina-Pack 2017, na Colômbia

Organizadas pelo Programa Brazil Machinery Solutions, 17 fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos para a indústria do plástico e embalagens estão presentes na Andina-Pack 2017, que acontece até dia 10 de novembro, em Bogotá-Colômbia. O Programa BMS é resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), que visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico.

As empresas brasileiras estarão no Pavilhão Brasileiro do Programa BMS, neste evento considerado o maior centro de negócios do setor de embalagens da América Latina. A Andina-Pack ocorre a cada dois anos e reúne expositores de mais de 30 países, que apresentam sua tecnologia para cerca de 20 mil visitantes e compradores dos Andes, América Central e Caribe.

De acordo com a responsável pela Divisão de Comércio Exterior da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, na última edição da feira, realizada em 2015, o Brasil esteve presente com 16 empresas, que atingiram US$ 15.6 milhões em negócios fechados e futuros, para países como Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. “A Andina Pack atrai grandes compradores e empresas de excelente qualidade e a presença brasileira só comprova a nossa competitividade no mercado internacional neste setor”, destaca a executiva. O Brasil tem sido um relevante fornecedor de máquinas e equipamentos para embalagens para os países da América do Sul e Central.

Empresas que estarão com o Programa BMS na Andina-Pack 2017

 

  • A.CARNEVALLI & CIA LTDA
  • CARTON ACCESS LTDA. EPP
  • DELGO METALÚRGICA LTDA
  • IGW INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
  • IMSB INDÚSTRIA DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA
  • KROMIA LABELL PRESS IND. COM. MAN. MÁQUINAS GRÁFICAS LTDA
  • LASERFLEX MATRIZES GRÁFICAS LTDA
  • MANTOVA INDÚSTRIA DE TUBOS PLÁSTICOS LTDA
  • MECALOR SOLUÇÕES EM ENGENHARIA TÉRMICA LTDA
  • MEGA STEEL INDÚSTRIA MECÂNICA EIRELI
  • PIOVAN DO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
  • PROMÁQUINA INDÚSTRIA MECÂNICA LTDA
  • PRONATEC EQUIPAMENTOS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
  • REINAFLEX INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.
  • RULLI STANDARD IND. COM. MÁQUINAS LTDA
  • SEC POWER IND. COM.MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E SERVICOS LTDA
  • VARPE BRASIL – TECNOLOGIA EM INSPEÇÃO E PESAGEM LTDA

 

Mais informações sobre Andina-Pack no hotsite preparado pelo BMS: http://eventosbrazilmachinery.com/andinapack

 

Sobre a Apex-Brasil – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. Para mais informações, acesse: www.apexbrasil.com.br

 

Sobre a ABIMAQ – A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar pelo fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial. Mais informações: www.abimaq.org.br

 

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions – Fruto da parceria entre a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico. O BMS possui atualmente mais de 400 empresas-membro, que atuam em diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, máquinas-ferramenta, entre outros. Para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

 

 

 

Imprensa e Comunicação do Programa BMS: Júlia Meriqui

Tel: +55 (11) 5582-5758 –  e-mail julia.meriqui@abimaq.org.br